CLIQUE E ASSINE A PARTIR R$ 6,90/MÊS
Denise Steiner Por DERMATOLOGIA A médica Denise Steiner é dermatologista, ex-presidente da Sociedade Brasileira de Dermatologia e doutora pela Unicamp

Dicas para você proteger sua pele e curtir o verão com segurança

A colunista Denise Steiner explica por que é preciso usar filtro solar todos os dias

Por Da Redação Atualizado em 29 out 2021, 09h53 - Publicado em 28 out 2021, 17h42

O Sol emite vários tipos de radiação, como UVA, UVB, luz visível, infravermelho. Quando essas luzes penetram na pele, cada uma provoca um tipo de dano conforme a profundidade atingida ou o tipo de mecanismo de interação com as estruturas cutâneas.

A luz UVB chega à superfície cutânea por volta das 10 horas, persistindo até as 14 horas. Essa luz atinge diretamente o DNA celular, sendo a maior responsável pelo câncer de pele. Essa radiação também queima a pele, deixando-a vermelha e inflamada.

Veja também: Por que surgem manchas na pele e como tratá-las?

A luz UVA, que incide durante todo o dia, penetra mais profundamente e agride vasos, fibras, outras células, folículo pilosebáceo, glândulas etc, envelhecendo a pele, sendo responsável por rugas, vasos dilatados e flacidez. Sendo assim, a radiação solar tem 40% de luz visível que, ao penetrar na pele, provoca manchas. Essa luz escurece mais as peles mais morenas e negras e também piora aquelas que já estão manchadas.

A radiação infravermelha esquenta a pele e promove vasodilatação, causando algumas doenças de pele. Devemos usar filtro solar para tomar sol e também todos os dias, para evitar esse conjunto de agressões que envelhecem, mancham e causam câncer de pele.

O filtro solar deve proteger da UVB e, para tanto, ele tem um fator de proteção solar, FPS. Quando no rótulo do filtro vem escrito FPS 50, significa que ele possui 50 vezes a capacidade de proteger em relação à dose eritematosa mínima da luz ultravioleta B.

Vamos exemplificar: uma pessoa vai à praia sem qualquer filtro solar e demora 5 minutos para ficar avermelhada. O filtro solar com FPS 50 significa que ela poderá ficar 5 minutos x 50 = 250 minutos antes de ficar vermelha ou queimada. Lembrar que a pele, quando avermelha, já corre risco de câncer de pele.

Continua após a publicidade

O filtro também deve ter proteção em relação à UVA e então estará escrito a palavra UVA ou PPD, que é a sigla de proteção para UVA.

Filtro solar UVB

Em geral, o ideal é que o filtro solar proteja de UVB, por exemplo, 60 e 1/3 para UVA, no exemplo, 20. Esse é um bom equilíbrio entre os filtros. Portanto, os filtros convencionais não protegem da luz visível. Somente filtros com pigmento protegem da luz visível. O melhor pigmento colorido para proteção é o óxido de ferro.

O filtro solar para usar no dia a dia pode ter FPS ao redor de 30 e PPD 10 e de preferência ter cor principalmente para pessoas morenas e manchadas.

No tratamento do melasma o filtro solar precisa ter cor, além de FPS e PPD altos. No caso do melasma o filtro solar também precisa esconder a mancha.

Os filtros solares não protegem do calor da radiação infravermelha. O protetor solar pode ter agregado na sua formulação componentes como vitaminas antioxidantes (C e E) que também protegem da radiação infravermelha.

Continua após a publicidade

Publicidade