Clique e assine com até 75% de desconto
Roberta D'Albuquerque Por Maternidade Roberta D'Albuquerque é psicanalista e autora do livro Quem manda aqui sou eu - Verdades inconfessáveis sobre a maternidade

Recomeçar: Aquele empurrãozinho para largar aquilo que já não vale a pena

Pela criação do botão "salvar-se como"

Por Roberta D'Albuquerque 26 jul 2018, 16h36

De todos os comandos do editor de textos que uso diariamente, não há nenhum que me pareça mais psicanalítico do que o ‘salvar como’. Usá-lo é para mim, assumir o valor de nossas versões anteriores, assumir que as grandes mudanças se dão por acúmulo de experiência.

Ainda que se abra um novo arquivo, um recomeço está sempre ligado a um caminho já percorrido, e só pode fazer diferente quem já fez de alguma maneira. Na vida real não existe control z, é impossível desfazer, apagar e isso é boa notícia, juro. Repensar o que foi feito, redesenhar o significado do que não se deleta sim são chaves para andar para frente.

Para quem por algum motivo, acredita que não vale a pena ‘salvar como’ uma carreira, um casamento, uma escolha pouco acertada, proponho um ‘salvar-se como’.

Pensar-se em uma versão 2.0 que leve em conta os rumos tomados anteriormente. O convite é que se crie uma escuta generosa para a própria trajetória e que se encontre espaço para os aprendizados que a versão betaproduziu. Vale copiar e colar o que fizer sentido, inserir notas de rodapé,formatar, corrigir e ‘salvar como’ quantas vezes forem necessárias.

Bora?

Continua após a publicidade
Publicidade