CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS
Fernanda Morelli Por Beleza & Bem-Estar Coluna da editora de beleza e bem-estar, Fernanda Morelli

Testamos: app que mostra como ficaríamos com qualquer cor de cabelo

A novidade permite mais acertos na hora de tingir os fios em casa!

Por Fernanda Morelli 15 mar 2019, 19h48

Se tem uma coisa que já passou na cabeça de todas nós é em como ficaríamos nas outras diversas cores de cabelo. Seja por querer mudar o visual, seja por pura curiosidade. Eu, por exemplo, sempre quis saber como eu ficaria ruiva, mesmo sabendo que o tom não combina muito com o meu tom de pele e sobrancelhas (bem marcantes.

Poder saber quais cores dão match  é no mínimo divertido. Mas o objetivo do app Garnier Color Match é ainda maior: dizer, antes da compra, se aquela tinta escolhida oferecerá o resultado desejado para você ou se é melhor optar por outra cor. Fui ao evento de lançamento da marca em São Paulo e o que eles me explicaram é que dar ou não dar “match” não é sobre ficar bom ou não – até porque isso cabe a nós mesmas, certo? E sim se atenderá às suas expectativas. Como morena, por exemplo, eu não poderia ficaria ruiva sem clarear o cabelo antes e passar por diversos processos químicos. Por isso, meu teste (abaixo) não deu match!. Claro que faz parte da brincadeira avaliarmos se gostamos ou não do resultado, mas isso é apenas um detalhe.

 

CLAUDIA/Reprodução

O app funciona assim: 

Depois de baixar o aplicativo, você aponta a câmera para o seu rosto (como se fosse fazer uma selfie) e brinca com as cores disponíveis (loiro, ruivo, castanho, etc.). Então, o app irá dizer se a cor que você escolheu dá match e qual numeração de tinta você deve escolher para conseguir alcançar esse resultado (ou o mais próximo possível). Se você estiver no ponto de venda é possível, ainda, scanear o código de barras da caixinha da coloração e ver, na hora, como ela ficaria em você. A imagem é ótima e super-real. Parece, de fato, que é a cor do seu cabelo mesmo. Dá para ter uma baita noção antes de comprar!

Legal, né?

 

Continua após a publicidade

Publicidade