Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Tratamento noturno de beleza

Conheça algumas dicas de tratamento noturno de beleza e sugestões de produtos específicos para o cuidado com a pele durante a noite

Por Redação M de Mulher Atualizado em 20 jan 2020, 11h46 - Publicado em 6 fev 2011, 21h00

Durante a noite, aumenta a circulação da superfície da pele
Foto: Getty Images

Você sabia que a circulação da superfície da pele aumenta consideravelmente durante o sono? “É por isso que os hidratantes, cremes antirrugas e cosméticos para o cabelo fazem mais efeito enquanto a gente dorme”, explica a dermatologista Ligia Kogos. Confira então algumas dicas e acorde mais bonita a cada dia… 

1. Lave o rosto antes de deitar

“À noite, os poros têm que estar livres de poluição e maquiagem, para aproveitar o momento de faxina do organismo”, explica Ligia.

2. Passe um antioxidante nos olhos

Com os músculos relaxados, o sangue se acumula, criando bolsinhas. “Produtos à base de vitamina C e E evitam o problema”, garante o dermatologista Adilson Costa.

3. Invista nos cremes faciais noturnos

Eles removem as células mortas e amenizam manchas e outros sinais de envelhecimento. Mas não devem ser usados durante o dia, porque deixam a pele mais sensível à luz solar.

Continua após a publicidade

5. Elimine olheiras com chá de camomila

Prepare a bebida usando três sachês do chá para 200 ml de água. Coloque na geladeira até esfriar bem, embeba dois chumaços de algodão e repouse-os sobre os olhos por dez minutos.

6. Durma com as pernas para cima

Apoie-as sobre três travesseiros, de forma que os pés fiquem acima da cabeça. A posição facilita a circulação sanguínea dos membros inferiores para o coração, prevenindo inchaço, varizes e vasinhos. 

Sugestão de produtos

Tratamento noturno de beleza

Foto: Divulgação

1. Creme facial noturno Revitalift L’Óreal, R$ 45*
2. Creme nutritivo facial noite Muriel, R$ 10,50*
3. Creme facial com ácido glicólico AHA puissant Racco, R$ 55*
4. Máscara de descando para o rosto Kendra, R$ 24,10*

*preços sugeridos em janeiro/2011

Continua após a publicidade
Publicidade