CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

HArmonyCa™: bioestimulador de colágeno promete efeitos imediatos

Novo tratamento combina hidroxoapatita de cálcio com o efeito lifting do ácido hialurônico

Por Naiara Taborda Atualizado em 29 mar 2022, 14h50 - Publicado em 30 mar 2022, 08h26

Encontrar produtos que sejam capazes de manter a pele bonita e bem cuidada, que, quando não revertem, ao menos amenizam os efeitos negativos do tempo. Essa não é uma busca de hoje – dos banhos de leite de Cleópatra, passando pelo uso do suor dos gladiadores romanos aos sucos de pepino na Idade Média – buscar formas de estimular o colágeno (antes mesmo de sabermos que este era o seu nome) e combater a perda de firmeza sempre esteve no centro das preocupações estéticas. Agora, ao menos, um novo tratamento promete fazer isso como nunca antes: o bioestimulador de colágeno HArmonyCa, da Allergan Aesthetics. 

Antes de conhecer mais do produto, vale saber o que é o colágeno – já que, como explicado pelo dermatologista André Braz durante o evento de lançamento do produto, muitas pessoas conhecem a palavra, mas não necessariamente entendem o seu significado. O colágeno é uma substância produzida naturalmente pelas células e que representa 70% de toda a proteína da pele, responsável por manter a sua estrutura, firmeza e elasticidade. Essa produção, no entanto, começa a declinar com o passar dos anos, levando ao envelhecimento e flacidez.

Produção de colágeno com lifting imediato

Como os demais bioestimuladores de colágeno, o HArmonyCa™ aplica substâncias na face capazes de estimular a produção de novas fibras de colágeno pelo próprio organismo, atenuando a flacidez e dando mais uniformidade à pele.  Mas ele conta com um detalhe considerado inovador: a combinação da hidroxoapatita de cálcio (CaHA), que vai estimular a formação de colágeno de forma gradual, com o ácido hialurônico, que é responsável por promover um lifting imediato e perceptível assim que aplicado.

“A textura da pele muda à medida que envelhecemos, e a perda de firmeza ou a flacidez podem impactar negativamente o paciente. Nestes casos, o ácido hialurônico pode ajudar proporcionando o lifting imediato, enquanto a hidroxiapatita pode ser usada para melhorar a arquitetura facial, tudo em uma única injeção. Hoje o paciente não quer mais ter que esperar para ver o resultado e notar alguma mudança apenas depois de um mês, então nós estudamos muito para entregar um efeito que é notado na hora, e que depois continua melhorando gradualmente e trazendo mudanças visíveis em toda a textura, viço e beleza geral”, conta.

bioestimulador de colágeno
Beauty, Cosmetology, Beautician, Injecting, Women Inside Creative House/Getty Images

O bioestimulador é aplicado na moldura do rosto, onde se concentram os ligamentos (responsáveis por segurar toda a estrutura facial), para que eles sejam capazes de produzir mais colágeno e sustentar a pele. “No entanto, não adianta usarmos o bioestimulador, que é essa ‘cola’ que age deixando os ligamentos mais fortes, se não trabalharmos o recheio e se não repusermos a perda de volume. É aí que entra o ácido hialurônico”, esclarece.

Quem pode usar e qual a durabilidade?

De acordo com André Braz, as principais mudanças na firmeza e perda de volume da pele começam por volta dos 40 anos por conta da baixa hormonal, mas é possível que os sinais do tempo comecem a incomodar antes – e o tratamento é indicado para quem já sente esses sinais. “Você vai sentir imediatamente o efeito de lifting, mas entre um e três meses depois vai notar que a pele vai ficando cada vez mais firme e bonita, com menos sulcos. Depois de seis meses costumamos fazer uma revisão para ver se é necessária uma manutenção de tratamento apenas com ácido hialurônico em algumas regiões que possam ter perdido volume. Já a reposição do HArmonyCa™ costuma acontecer apenas depois de um ano em 75% dos pacientes.”

 

 

Continua após a publicidade

Publicidade