Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Alerta infravermelho: conheça os danos causados por essa radiação

A ciência descobre que a radiação infravermelha é mais um perigo do sol para a nossa pele. Aprenda a se proteger

Por Redação M de Mulher - Atualizado em 27 out 2016, 21h53 - Publicado em 31 mar 2013, 22h00

A penetração na pele dos raios infravermelhos é muito mais profunda
Foto: Getty Images

Daqui para a frente, prepare-se para ouvir falar em proteger-se também contra os raios solares infravermelhos. Cientistas descobriram que o sol os envia para a Terra em quantidade muito maior do que os já tão divulgados ultravioleta – representam 54% da energia solar que atinge o planeta, ante 7% da radiação UV. “E a penetração na pele é mais profunda, o que os torna ainda mais prejudiciais”, afirma o francês Marc Toulemond, diretor da marca de dermocosméticos Skinceuticals. “Eles levam à geração de radicais livres em excesso, interferindo na síntese do colágeno e contribuindo para o envelhecimento“, completa o dermatologista Adilson Costa.

O problema é que ainda não há produtos que impeçam os infravermelhos de penetrar na pele, como ocorre com os raios UV. O que se tem por enquanto são estudos recentes da indústria cosmética apontando ativos que ajudam a neutralizar a ação deles depois que já entraram no corpo. “Sabemos de duas substâncias com esse poder: o GP4G, que é extrato de um plâncton, e a orsitina, extrato de arroz”, diz Costa. A composição com os dois recebeu da Mantecorp o nome de c-MIT, presente no protetor solar Episol MIT FPS 50, lançado neste mês. Já Marc Toulemond sustenta que, juntas, as vitaminas C e E (contidas no filtro Physical Fusion UV Defense FPS 50) são boas armas de defesa. Os especialistas concordam em um ponto: o uso de produtos que contenham ingredientes como esses deve ser diário e contínuo.

E em casa?

“Aparelhos domésticos que emitem calor, como controle remoto, microondas, computador e alguns tipos de lâmpada, também lançam raios infravermelhos, mas a concentração é baixa e inofensiva”, garante o dermatologista Sérgio Schalka, especialista em fotoproteção da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Sugestão de produtos

Alerta infravermelho: conheça os danos causados por essa radiação

Foto: Divulgação

1. Episol MIT FPS 50, da Mantecorp, R$ 79,30*
2. Fusion UV Defense FPS 50, da Skinceuticals, R$ 89*

*Preços pesquisados em março/2013

Publicidade