CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

Treino e alimentação para aumentar a sua libido

Confira uma série de exercícios para fazer em dupla e aumentar a disposição do casal

Por Raíssa Basílio 28 jul 2022, 12h52

O psicológico tem um papel importantíssimo em nosso corpo, podendo mudar nossa relação com diversas coisas, inclusive com o sexo. O lado bom é que uma rotina com boa alimentação e exercícios físicos resolvem quase tudo. Quer descobrir um treino e alimentos para aumentar a libido? Então, vamos lá!

Alimentação

A Dra. Shanna Oliveira (@drashannaoliveira), ginecologista e sexóloga, afirma em entrevista à Boa Forma que o prazer está ligado ao nosso cérebro, envolvendo vários neurotransmissores. Não é apenas uma questão física envolvendo órgãos sexuais. 

Ela indica a macoa ou maca-peruana, um vegetal de alto valor nutritivo e conteúdo fitoquímico, e a tribulus terrestri, uma planta medicinal utilizada para produzir suplementos. “Mesmo sendo fitoterápicos, é sempre bom consultar um médico ou um nutricionista para avaliar a indicação”, aponta a especialista.

alimentos para libido
Alimentos afrodisíacos também têm seu papel no desejo sexual. cottonbro/Pexels

Agora, se você quiser alguns alimentos que são considerados afrodisíacos, a nutricionista Daniela Zuin, da equipe Nutrindo Ideais (@nutrindoideais), listou alguns: canela, cravo-da-Índia, gengibre e alecrim.

Exercícios

Exercícios físicos também podem te ajudar a ficar mais motivada na hora H, segundo a  ginecologista e sexóloga. “Eles geram a sensação de prazer e bem-estar porque há a liberação de endorfinas”, explica. “Além disso, as atividades físicas melhoram a circulação de sangue pelo corpo — aí, a prática sexual sai muito beneficiada”, completa Shanna Oliveira.

O personal trainer e criador do método “treinando sem dor”, Matheus Vianna (@semtreinonaoda), fez uma série funcional para ser realizada em dupla, garantindo disposição e sintonia com seu par.

Para os Iniciantes: 2 circuitos com 12 repetições de cada exercício. 30 segundos a 1 minuto de descanso; intermediários: 3 circuitos com 15 repetições de cada exercício e menos tempo de descanso e avançados: 3 circuitos com 20 repetições de cada exercício e menos tempo de descanso.

Continua após a publicidade

PRANCHA COM BURPEE

Para começar o treino daquele jeito, com a disposição lá em cima! 

  • Uma pessoa fica na posição de prancha, e aoutra em pé, ao lado;
  • Quem está de pé salta sobre as pernas da outra e faz um burpee, que consiste em apoiar as mãos no chão, fazer uma  prancha e encostar o peitoral no chão. Em seguida, levante-se e salte novamente. 

AGACHAMENTO DE MÃOS DADAS

Uma forma de deixar o agachamento mais agradável.

  • Com as pernas afastadas na largura dos ombros, segure as mãos da outra pessoa, cruzando os braços;
  • Deixem o corpo levemente caído e agache com os braços estendidos.

LEG PRESS

Leg press sem equipamento, só se você tiver alguém para ajudar.

  • Deite-se de barriga para cima com as pernas para o alto. Apoie os pés no peitoral da outra pessoa, que deve manter o corpo inclinado;
  • Flexione os joelhos o máximo que conseguir. Quem estiver em pé pode fazer força contrária ao movimento das pernas, deixando o exercício mais difícil.

ABDOMINAL EM CONJUNTO

Até mesmo os músculos do abdômen podem ser trabalhados em equipe.

  • Deitem de barriga para cima, com os pés no chão. É preciso que uma das pessoas esteja com os pés em cima do pé do outro.
  • Deixem as pernas sempre na linha do ombro, para não forçar a coluna. Mantenha o queixo erguido, evite encostar na cervical. Ao realizar o movimento, inspire pelo nariz e solte pela boca ao subir. Não deixem o queixo encostar no peito para não forçar a cervical. Inspirem pelo nariz e expirem pela boca ao subir e descer;
  • É importante levantar a parte superior do corpo apenas com a força dos músculos do abdômen, tire a tensão do pescoço. Ao realizar esse movimento, toquem as mãos.

Quer mais dicas? Leia a matéria completa na Boa Forma.

Continua após a publicidade

Publicidade