Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Sexo todos os dias! Uau…

Não deixo o sexo cair na rotina. Veja como também apimentar seu relacionamento

Por Redação M de Mulher Atualizado em 21 jan 2020, 11h29 - Publicado em 5 nov 2008, 21h00

O sexo é o nosso jeito de demonstrar amor
Foto: SME

Eu estava em casa, louca para o Dudu chegar, quando ele me mandou o seguinte torpedo: “Delícia, você não tem noção do que eu vou fazer contigo hoje”. Não… Ele é quem não tinha noção! À luz de velas e com uma lingerie sexy, sentei em cima da mesa de jantar com as pernas cruzadas. Dudu passou a chave na porta, cruzou os olhos com os meus, e eu disse: “Hoje eu sou o prato principal”. Transamos loucamente. Quatro vezes. Uma delícia. Mas, sem modéstia, isso é uma coisa bem normal na minha vida. Faz parte do meu dia-a-dia receber e dar prazer ao meu moreno.

Ele adora quando eu domino!

Apesar de já namorar há um ano e nove meses, meu fogo nunca baixou. Eu e Dudu adoramos ir à sex shop juntos. Compramos géis para aquecer o corpo e algemas para nos prendermos na cama. Tenho até um chicote de estimação, que uso pra bater no Dudu em nossas noites mais quentes. Ele adora quando eu domino. Na verdade, a gente se reveza, porque ele também tem uma pegada forte.

Quanto mais perigoso o lugar, melhor. Já transamos na sala da casa da minha mãe, a tempo de alguém ir tomar água e nos flagrar. Já fizemos em cima da moto, no meio da estrada com o carro no acostamento, dentro de uma barraca em pleno acampamento com várias pessoas ao lado. Nessas horas, é difícil me controlar. Então, a parte ruim é não poder gritar à vontade. Morro de vergonha dos meus vizinhos. A gente até coloca música ou televisão alta pra disfarçar quando transamos na minha casa, mas nem sempre isso funciona.

Sexo é amor

Lembro que realizei a maior fantasia sexual do Dudu sem querer. Nós estávamos numa cachoeira, quando começamos a nos agarrar. Foi na água, nas margens, em cima das pedras, entre as árvores…
E o mais legal é que é recíproco. Sempre que eu vejo uma cena quente de um filme – Instinto Selvagem, por exemplo – ele se propõe a realizá-la. Copiamos igualzinho e vamos à loucura!

Acho que toda essa liberdade sexual só existe porque nos amamos muito. Sexo é a melhor maneira de a gente expressar o quanto se gosta e se deseja. Eu sempre digo que esperta é a mulher que se permite entregar-se a um homem de corpo e alma. Eu me entrego. Todos os dias. Experimente. A sua vida vai ficar bem mais gostosa.


 

Continua após a publicidade
Publicidade