CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR R$ 14,90/MÊS

Separar ou não separar, eis a questão

A polêmica volta à tona: vale a pena manter um casamento desgastado apenas pelos filhos?

Por Redação M de Mulher Atualizado em 21 jan 2020, 12h20 - Publicado em 28 out 2008, 21h00

Luiza Brunet causou surpresa ao anunciar 
fim do casamento de 24 anos
Foto: Divulgação

Que mulher não sonha com um casamento de conto de fadas, recheado de muito amor e paixão? Só que depois de muitos anos de casada o relacionamento naturalmente esfria e, para muitas, manter acesa aquela chama da época do namoro é difícil. Mas daí a falar em
separação existe um caminho muito grande.

Por isso, quando uma mulher como a ex-modelo Luiza Brunet dá uma entrevista falando
sobre a crise da sua relação com o empresário Armando, nada mais natural do que pegar todo mundo de surpresa. “Seria até o momento de tomar coragem e nos separarmos”, afirmou ela nos últimos dias.

A sinceridade de Brunet, que todos tinham como exemplo de mulher feliz com o seu longo casamento de 24 anos, chega a ser desconcertante. Mas deixa no ar a dúvida: um casamento deve ser mantido mesmo quando já não traz mais felicidade para ambos os lados?

Continua após a publicidade
Publicidade