CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

9 motivos para descobrir o próprio corpo

Especialistas explicam as vantagens da masturbação, derrubam mitos, dão dicas para ajudar a se soltar e ainda ensinam como abordar a questão com os filhos

Por Beatriz Levischi (colaboradora) Atualizado em 14 jan 2020, 19h59 - Publicado em 22 fev 2015, 16h35

Já teve um tempo em que se pregava que mulher decente não se masturbava, ainda mais se fosse casada, acredita? Esse tabu vem da infância, quando nossas experiências de descoberta do corpo podem ser severamente reprimidas pelos pais, o que muitas vezes acabava rendendo até castigos! Sem “esfregar com a mão” (significado da palavra latina “masturbari”), a gente vai crescendo cheia de bloqueios, que chegam a atrapalhar o desempenho sexual na vida a dois, explicam os especialistas Celso Marzano, urologista e terapeuta sexual, Glene Rodrigues, ginecologista e terapeuta sexual, e Sylvia Faria Marzano, urologista e terapeuta de casal. Confira os maiores mitos e as verdades sobre essa prática tão prazerosa!

Não tem contraindicação

Foi o zoólogo americano Alfred Kinsey que derrubou os mitos que envolviam a masturbação ao publicar um relatório sobre a prática dos americanos, em 1948. E, em 1960, o casal William Masters e Virginia Jonhson avaliou as modificações fisiológicas que ocorriam durante o ato para provar que ele só é prejudicial se se tornar compulsivo.

Benefícios da masturbação

1. Familiarizar-se com as transformações de seu corpo.

2. Explorar o sexo sem vergonha de ninguém.

3. Experimentar sem que ninguém julgue ou diga que você falhou.

4. Aliviar as tensões do dia a dia.

5. Desligar-se da realidade por meio da fantasia.

6. Turbinar a autoconfiança, necessária para um relacionamento a dois saudável.

7. Combater a solidão, que não é sinônimo de solteirice.

8. Equilibrar os impulsos sexuais.

9. Aumentar a estabilidade emocional.

10 mitos sobre a prática

Vicia

Provoca miopia ou até cegueira

Deixa homens e mulheres estéreis

Faz crescer pelos nas mãos

Diminui a potência sexual

Continua após a publicidade

Acaba com o esperma

Dá espinhas no rosto

Causa doenças físicas variadas

Leva a um rebaixamento na vida social

É sinal de que a pessoa é homossexual

Denuncia quem pratica

Destrave-se!

Aceite a masturbação como uma busca natural de prazer.

Pesquise sobre o assunto na internet.

Escolha um lugar com privacidade.

Descubra onde tocar, com que ritmo e intensidade.

Crie uma fantasia excitante.

Não desvie o pensamento – nosso primeiro órgão de prazer é o cérebro!

Experimente acessórios, como travesseiro, chuveirinho…

Abuse do gel lubrificante.

Como agir com os filhos

Espere a pergunta cabeluda, decida quem tem mais intimidade e jogo de cintura para respondê-la e seja honesta, clara e breve, evitando se aprofundar demais no tema. Mentir, ignorar ou proibir só afasta a criança.

Se você pegá-la na hora H, explique que a prática é gostosa e natural, mas que precisa de privacidade. Reforce que ela não deve permitir que outra pessoa a toque – isso previne abusos e outras complicações.

 

Continua após a publicidade

Publicidade