Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Virado à paulista se torna ‘patrimônio imaterial’

Queridinho dos paulistas às segundas-feiras, prato foi tombado pelo Condephaat

Por Da Redação - 6 fev 2018, 18h28

O prato tradicional das segundas-feiras em São Paulo transformou-se em patrimônio imaterial do Estado. O Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico (Condephaat) tombou o virado à paulista, reconhecendo sua significância histórica e cultural.

View this post on Instagram

Virado à paulista . #cozinhabrasileira #pelacozinhabrasileira #institutobrasilagosto #viradoapaulista

A post shared by Ana Luiza Trajano (@analuizatrajano) on

Feito originalmente de farinha e toucinho de porco, o prato foi ganhando ingredientes ao longo dos anos e hoje leva feijão, farinha de milho, carne-seca, arroz, bisteca, torresmo, couve, ovo frito, banana empanada e linguiça nas receitas mais básicas. Suas raízes são do século 16, quando era usado como alimentação dos bandeirantes. Os outros elementos foram sendo adicionados por influências portuguesas, indígenas, italianas e africanas.

Continua após a publicidade

Segundo a Folha, para que o tombamento seja oficializado, ainda falta a homologação do secretário estadual de Cultura, José Penna. Uma questão meramente burocrática, já que ele se declara abertamente favorável à homenagem.

View this post on Instagram

Hoje tem Virado à Paulista! Buffet pronto, Bora almoçar… #ViradoaPaulista #Buffet #ComidaBoaDemais #Borala #FolhasDiMaria

A post shared by Folhas di Maria (@folhasdimaria) on

 

Continua após a publicidade
Publicidade