Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Jogo da Discórdia faz Marcos e Emilly discutirem com Leifert

Programa foi o maior barraco ao vivo que a Globo já exibiu num Big Brother Brasil

Por Fábio Garcia - Atualizado em 20 jan 2020, 16h53 - Publicado em 3 abr 2017, 13h02

O Big Brother Brasil decidiu colocar gasolina no parquinho (como se precisasse) e agendou um Jogo da Discórdia para essa segunda-feira com direito a participação de antigos eliminados. Obviamente deu MUITA confusão.

Logo depois dos inúmeros VTs dedicados ao surto de Marcos, Tiago Leifert contou ao público do reality que eles chamaram os quatro últimos eliminados do programa (Rômulo, Pedro, Roberta e Daniel) e que eles fariam perguntas estratégias ao pessoal de dentro da casa. Eles não puderam falar diretamente com os brothers confinados, apenas através de um vídeo previamente gravado.

Jogo da Discórdia BBB17
TV Globo/Reprodução

Daniel ganhou o direito de perguntar ao Marcos, e quis saber qual motivo ele acha que Emilly não lhe deu o anjo num paredão antigo, e ele respondeu que deve ter sido para não ameaçar a Emilly. Quando cortou para Daniel ao vivo, o agente de trânsito negou isso. Na pergunta de Roberta para Marinalva, ela quis saber como a paratleta se sentiu com Marcos apontando na cara. A resposta foi que Marinalva se sentiu acuada.

Pedro queria saber se Ilmar subestimou Emilly agora que ela colocou os dois ex-amigos na berlinda. Ilmar declarou que não subestimou Emilly, mas que descobriu que ela era capaz de manipular o antigo trio. Mamão teve dificuldade em responder a pergunta de Pedro, porque Marcos e Emilly ficaram interrompendo o tempo todo para questionar as respostas do advogado.

Emilly no jogo da discórdia BBB17
TV Globo/Reprodução

Assim que voltou ao estúdio, Tiago declarou que deu um nervoso acompanhar aquelas discussões pois não sabia se vai acontecer algo ao vivo. A pergunta seguinte foi de Rômulo para Vivian, e foi sobre a postura dela sobre os eventos do dia. Vivian disse que o dia foi um divisor de águas porque todo mundo tentava manter uma boa convivência, mas que depois da briga ela ficou bastante assustada e decepcionada porque não imaginava que o Marcos apontaria o dedo na cara de uma mulher.

Nesse momento, Marcos e Emilly se revoltaram com as perguntas sempre serem a respeito do casal e brigaram com Tiago Leifert. O apresentador pediu compostura, mas Emilly perguntou por que Mayla ou Luiz Felipe não foram chamados para perguntar. Leifert precisou explicar que foram os quatro últimos eliminados e que o motivo das perguntas serem basicamente sobre o casal foi porque eles eram importantes de alguma forma para quem estava perguntando.

Marcos retomou numa resposta o assunto sobre a polícia ter ido ao Big Brother Brasil, e o apresentador precisou interceder para avisar que aquilo era uma mentira, e que a polícia nunca foi ao programa. Ilmar se defendeu e, às lágrimas, disse que iria abandonar o programa. Diante de um momento crítico, Tiago Leifert conseguiu acalmar o participante ao vivo.

Tiago Leifert discute com Marcos BBB17
TV Globo/Reprodução

A pergunta seguinte foi de Roberta para Ieda para que a aposentada discorresse sobre o sentimento de Marcos por Emilly e vice-versa. Ieda respondeu que o confinamento faz com que as pessoas precisem de companhia, e ressaltou que se sente só. A sister ainda nos divertiu em casa confundindo o nome de Roberta com Renata e dando uma resposta atravessada para Marcos.

A pergunta final foi de Pedro para Emilly, e ele se interessou em saber qual era o limite da gêmea para esse relacionamento. Ela respondeu que gosta muito dele e que se tachou de trouxa, mas o limite seja traição ou ofensa (?). Leifert terminou o programa então pedindo para todo mundo respeitar o limite e respeitar o programa ao vivo.

Continua após a publicidade
Publicidade