CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

Insensato Coração: Pedro é preso novamente

Léo simula a própria morte e, mais uma vez, faz com que o irmão pague por um crime que não cometeu

Por Redação M de Mulher Atualizado em 17 jan 2020, 15h09 - Publicado em 28 jun 2011, 21h00

Pedro pagará por um crime que não cometeu
Foto: Divulgação – Rede Globo

Está chegando a hora da virada. Pelo menos, para Léo (Gabriel Braga Nunes). Como já adiantamos, ele consegue seduzir Norma (Gloria Pires), que passa a acreditar que ele, desta vez, está realmente envolvido. Ledo engano!

O safado rouba toda a sua fortuna e, com medo de ser vítima de uma nova vingança, decide simular a própria morte. Ele “sofre” um acidente de carro com Manolo (Kiko Pissolato). Coloca fogo no veículo com o amigo dentro e deixa seus objetos pessoais lá. E joga, próximo ao local, o relógio de Pedro (Eriberto Leão). Assim, quando o corpo carbonizado de Manolo é encontrado, todos pensam que foi Léo quem morreu.

Insensato Coração: Pedro é preso novamente

Léo observa o desenrolar da história comemorando
Foto: Divulgação – Rede Globo

O problema é que a perícia mostra que o acidente e o incêndio do carro foram criminosos. A polícia acha o relógio, descobre que o dono dele é Pedro e conclui que o autor do assassinato é o irmão caçula, que tinha vários motivos para eliminar o mais velho. Como um fantasma, Léo observa o desenrolar da história comemorando. Chega até a comparecer disfarçado ao julgamento de Pedro. E ouve, com um riso no canto dos lábios, a sentença que leva o piloto de volta à cadeia. Mais uma vez, por um crime que não cometeu.

A sequência desses acontecimentos ainda não foi escrita e, portanto, um detalhe ou outro pode mudar. Mas a nova prisão de Pedro está prevista para ir ao ar antes que Léo seja assassinado de verdade. Por quem? Bem, esse é um mistério guardado a sete chaves pelos autores da trama. Vamos conferir!

Continua após a publicidade

Publicidade