CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Ed Sheeran abandona o Twitter e revela qual foi o motivo

De acordo com o cantor, ele não pretende voltar atrás na decisão e não acredita que a rede social fará falta

Por Priscila Doneda Atualizado em 20 jan 2020, 11h00 - Publicado em 4 jul 2017, 20h28

Sem celular e Instagram desde 2015, Ed Sheeran contou ao jornal britânico The Sun que também está abandonando o seu perfil no Twitter.

“Eu saí do Twitter completamente. Eu não consigo ler isso. Eu vou lá e não tem nada além de pessoas dizendo coisas ruins. O Twitter é uma plataforma para isso”, explicou Ed. “Um comentário pode arruinar o seu dia. Eu fico tentando entender por que as pessoas me detestam tanto”, completou o cantor.

À publicação, Sheeran ainda citou um exemplo de quando foi vítima de comentários bem maldosos. “Os fãs da Lady Gaga leram uma entrevista minha, imaginaram que eu estava falando dela e destilaram ódio. E nem tinha nada a ver com ela”, desabafou.

Ao saber sobre a decisão de Ed, Gaga fez uma publicação em sua homenagem:

View this post on Instagram

What an incredible talented artist I LOVE ED @teddysphotos deserves all our love and respect like all humans do. I wish all people on the internet would be positive and loving and apart of creating an online community that is kind and empowering, not hateful and mean. No reason to tear down an artist simply because they are on top. Work harder to be kinder everybody. That should be your first duty to humanity.

A post shared by Lady Gaga (@ladygaga) on

“Que artista incrivelmente talentoso. Eu amo o Ed. Ele merece todo o nosso amor e respeito, assim como todos os humanos. Queria que todas as pessoas na internet fossem positivas, amáveis e que ajudassem a criar uma comunidade online gentil, empoderada e sem ódio e maldade. Não há razão para criticar um artista simplesmente porque ele está no topo. Se esforcem mais para serem mais bondosos. Esse deve ser o primeiro dever de vocês com a humanidade”, escreveu.

De acordo com Ed, ele não pretende voltar atrás na decisão e não acredita que o Twitter fará falta. “Tenho pessoas, como o meu pai, que ainda conversarão comigo. Não preciso de alguém aleatório me chamando de qualquer coisa”, pontuou.

Além disso, o cantor alegou que ainda ficará sabendo do que dizem sobre ele, por meio de comentários em portais, como do próprio The Sun. “Os comentários de lá são legais, na verdade. E você até podia imaginar que os comentários no site de um jornal é que seriam os ruins”, comparou.

Apesar disso tudo, a conta do britânico no Twitter não será desativada. Ela continuará vinculada ao seu Instagram, para que sejam geradas postagens automáticas sobre seus trabalhos sempre que uma foto for publicada.

Continua após a publicidade

Publicidade