Assine CLAUDIA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Dividir o quarto pode ser muito bom!

A família cresceu e, com a chegada de um novo bebê, foi preciso juntar as duas irmãs mais velhas no mesmo dormitório – uma de 7 e outra de 2 anos. O projeto foi aprovado por ambas, que adoraram a ideia e têm seus espaços respeitados

Por Texto: Daniella Grinbergas
Atualizado em 19 fev 2020, 13h51 - Publicado em 12 ago 2016, 08h53

Para a maior, uma divertida cama nas alturas e um canto de estudos caprichado. Para a menor, um berço aconchegante e muito espaço livre no chão, convidando às brincadeiras. Isso sem contar a grande quantidade de armários disponíveis para roupas e objetos da dupla. Toda essa mágica em uma área de 3 x 3 m foi executada pela designer de interiores Glaucya Taraskevicius, de São Paulo – ela é também a autora do projeto anterior deste mesmo quartinho, feito na época em que a primogênita era a única dona do pedaço. “Mas ela amou a ideia de compartilhar o recanto com a irmã, ainda mais quando soube que ganharia uma cama nas alturas. Ela brinca que é como ter uma espécie de casa na árvore, só que sem a árvore”, se diverte a mamãe, a administradora Erica Diago.

Sem aperto e com muita diversão

• A fim de otimizar a área e atender às necessidades das meninas, Glaucya planejou uma marcenaria que explora todas as paredes e deixa livre a parte central. “Suspender a cama (a 1,30 m) foi muito importante para liberar a planta”, pondera. O leito, preso na parede, recebe o auxílio estrutural do armário que fica embaixo. No vão inferior ainda se encaixa o berço, de mesma profundidade. “A pequena adorou, e diz que é como se morasse em uma cabaninha”, conta a mãe. 

• Fugindo de modismos, Erica optou por um projeto limpo, que combina madeira, branco e cores delicadas. “Não pedi um tema específico porque quero que seja uma decoração duradoura”, diz.

Continua após a publicidade

• Fazer a lição de casa e praticar a leitura são tarefas muito agradáveis quando se tem um cantinho caprichado como este. Aqui, a estrutura da escrivaninha foi pensada para acompanhar o crescimento das garotas – os pés serão ajustados às alturas adequadas conforme for necessário. A cadeira translúcida em tom rosado (Shopia infantil, New Decor , R$ 199,99) agrega leveza e doçura.

• O piso de madeira é coberto por um grande tapete (Revolution, de 2,50 x 2,50 m, By Kamy, R$ 2 500), feito de vinil e poliéster, que proporciona conforto térmico e facilidade na limpeza. Os tons doces do adesivo de parede (similar: Papel Triângulos, Papel Mais Parede , R$ 48,31 o rolo de 4 x 0,58 m) e os mimos da decoração dão o ar infantil e romântico.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

O mundo está mudando. O tempo todo.
Acompanhe por CLAUDIA e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.

Acompanhe por CLAUDIA.

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 12,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.