Clique e assine com até 75% de desconto

Filme dirigido por Bárbara Paz é premiado no Festival de Veneza

"Babenco - Alguém tem que ouvir o coração e dizer: Parou" conquistou o grande Prêmio da Crítica Independente no evento.

Por Fernando Gomes Atualizado em 15 jan 2020, 10h23 - Publicado em 6 set 2019, 13h05

Olha aí a mulherada fazendo bonito no cinema brasileiro! ‘Babenco – Alguém tem que ouvir o coração e dizer: Parou‘, filme dirigido por Bárbara Paz, ganhou o Prêmio da Crítica Independente no Festival de Veneza desse ano.

O documentário conta a história de Héctor Babenco, grande cineasta argentino – e naturalizado brasileiro -, adentrando às suas ansiedades, fragilidades e memórias. Babenco possui uma grande carreira como cineasta, tendo dirigido filmes importantes como ‘Pixote‘ e ‘Carandiru‘.

Além disso, o cineasta já foi indicado a vários prêmios por seus filmes. Um deles, o musical ‘O Beijo da Mulher Aranha‘, teve quatro indicações ao Oscar de 1986 (Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Ator e Melhor Roteiro Adaptado), e levou uma estatueta pra casa (a de Melhor Ator).

Ele e Bárbara Paz foram casados de 2010 a 2016, ano em que o cineasta faleceu.

Babenco
Babenco - Alguém tem que ouvir o coração e dizer: Parou/Divulgação

Os jurados de Veneza ovacionaram o longa e justificaram a escolha de ‘Babenco’ como uma obra que celebra o amor. Após a conquista, Bárbara comemorou: “Eles entenderam tudo isso e estou emocionada. O cinema é amor”.

O elenco do filme traz como personagem principal o próprio Babenco, além de conter participações de Willem Dafoe, Selton Mello e Fernanda Montenegro.

Este é o segundo trabalho de Bárbara como diretora. O primeiro projeto que encabeçou foi o curta ‘Conversa com Ele‘, com Dráuzio Varella. Maravilhosa!

Continua após a publicidade
Publicidade