CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR R$ 14,90/MÊS

47 coisas que seriam diferentes se “O Diabo Veste Prada” fosse gravado hoje

Porque em 10 anos MUITA coisa pode mudar.

Por Lucas Castilho Atualizado em 21 jan 2020, 15h44 - Publicado em 13 jan 2016, 09h13

 

1. Jennifer Lawrence seria Andy Sachs (Anne Hathaway), Emma Watson faria a Emily (Emily Blunt), e Bradley Cooper seria o Nigel (Stanley Tucci).

2. Viola Davis interpretaria Miranda Priestly (a gente ainda te ama, Meryl!).

3. O filme se chamaria “O Diabo Veste Gucci”.

4. Adam Driver seria o namorado hipster da Andy, o Nate (Adrian Grenier).

5. Ele seria marceneiro ou algo tão hispter que ele precisaria trabalhar usando uma máquina de escrever.

6. Ah, e o casal principal iria morar no Brooklyn.

7. Na abertura do filme, em vez de Suddenly I See, tocaria alguma música da Charli XCX.

8. Em sua primeira aparição, Miranda usaria esta bolsa.

9. Os óculos, esses, sim, seriam Prada.

10. A revista Runway seria também um aplicativo.

11. E o sonho de Andy é trabalhar na versão online do The New York Times.

12. Uma das atribuições de Andy é cuidar do Instagram e Twitter da Miranda.

Getty Images
Getty Images

13. Kendall Jenner faria o papel de Serena (Gisele Bundchen).

14. Todos os celulares seriam iPhones 6 Plus (adeus, Blackberry!).

15. Exceto o de Miranda. Ela trocaria o seu MOTOROLA V3 por um Galaxy S7 (ainda não lançado).

16. Emily é viciada em selfies – e Snapchat.

17. Em vez de cafés expressos, Miranda só tomaria macchiatos do Starbucks.

18. Na famosa cena dos cintos azuis, Andrea iria achar graça de gargantilhas rosa-quartzo, a cor de 2016, e rosa cristal.

19. E, em vez de citar coleções de Oscar De La Renta e Yves Saint Laurent, Miranda usaria como referência Stella McCartney e Phoebe Philo.

20. Todos estariam num grupo do WhatsApp pra avisar quando Miranda chegaria ao prédio.

21. E teria um grupo anônimo no Facebook para falar mal de Miranda.

22. Andy sairia do restaurante com seu pai em um Uber.

23. E, obviamente, eles iriam assistir Hedwig and the Angry Inch na Broadway porque Chicago é “muito 2006”.

Continua após a publicidade

24. Para a transformação Andy Sachs iria platinar o cabelo.

25. Ela estaria usando este look.

Getty Images
Getty Images

26. Quando Nate encontrasse a “nova” Andrea tocaria “Bad Romance”, da Lady Gaga, no lugar de “Vogue”.

27. E o novo acessório favorito dela seria uma bolsa Proenza Schouler.

28. As botas seriam sempre Saint Laurent.

29. “O Livro” seria um pendrive de 1Tb.

30. Christian Thompson (Simon Baker), o escritor pelo qual Andy se interessa, poderia ser interpretado por James Franco ou virar Christina Thompson. Amy Adams seria escalada para o papel.

31. “Sim, ela me explicou tudo e depois nós nos maquiamos e conversamos sobre o The Voice“.

32. As gêmeas, filhas de Miranda, foram adotadas no Camboja.

33. Em vez do manuscrito para Harry Potter, Andy deveria conseguir uma versão não-lançada de Jogos Vorazes

34. “Crazy” ainda estaria na trilha-sonora, mas, em vez da Alanis, seria regravada por Miley Cyrus.

35. “Flores? Para a Primavera? Que original” (essa frase é genial demais para mudar).

36. Elas usariam iPads para memorizar os nomes dos convidados da festa.

37. Ah, e a festa seria o Baile do MET.

38. Emily e Andrea usariam vestidos Balmain – pretos, claro.

39. Em vez de só comer queijo quando estiver prestes a desmaiar, Emily escolhe fazer a dieta DASH.

Getty Images
Getty Images

40. Andrea troca as inseparáveis boinas por inseparáveis tênis Adidas Stan Smith brancos.

41. Em vez de lenços Hermès, Emily é atropelada com cobertores/ponchos Burberry.

42. E ela é atropelada enquanto conversa com Andrea pelo Telegram.

43. Karl Lagerfeld faria uma participação especial. Choupette, sua gata, também.

44. Andrea sairia da Runway, contaria sua experiência em diversos posts do Tumblr e se tornaria uma celebridade.

45. Ela terminaria com Nate e encontraria um namorado que REALMENTE entendesse o seu trabalho.

46. A nova assistente de Miranda seria uma estrela do Vine interpretada por Amy Schumer.

47. Ah, Andy também abriria uma revista online que celebrasse a diversidade, criaria um aplicativo genial de moda e teria o seu próprio império fashion.

.
.

Continua após a publicidade
Publicidade