Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Serena Williams posta foto com filha e fala sobre significado das tranças

A tenista compartilhou um clique fofíssimo trançando os cabelinhos da filha para enaltecer a importância do penteado nas comunidades negras.

Por Da Redação - Atualizado em 15 jan 2020, 14h52 - Publicado em 14 jun 2019, 11h52

Desde que se tornou mãe da pequena Alexis Olympia Ohanian Jr., de um ano e nove meses, a tenista Serena Williams vem usando seu espaço nas redes sociais para compartilhar algumas experiências relativas à maternidade, e também falar sobre a importância de transmitir à filha valores como o amor próprio e o empoderamento negro.

Na última quinta (13), por exemplo, Serena postou uma foto em seu perfil do Instagram, na qual aparece trançando os cabelos da filha. Para quem não sabe, tranças e penteados em cabelos afro/crespos, mais do que estética, funcionam como ferramenta de resistência para quem sofre com o preconceito diariamente.

Além do clique fofíssimo – sério, espiem a carinha da Alexis -, na legenda a atleta falou também sobre a origem das tranças, que surgiram no continente africano, e sobre o quanto é importante que o penteado passe de geração para geração.

View this post on Instagram

Continua após a publicidade

Braiding started in Africa with the Himba people of Namibia. We have been braiding our hair for centuries. In many African tribes braided hairstyles were a unique way to identify each tribe. Because of the time it would take people would often take the time to socialize. It began with the elders braiding their children, then the children would watch and learn from them. The tradition of bonding was carried on for generations, and quickly made its way across the world. I am honored to share this bonding experience with my own daughter and add another generation of historic traditions. @olympiaohanian

A post shared by Serena Williams (@serenawilliams) on

“As tranças começaram a aparecer na África, com o povo Himba da Namíbia. Nós estamos trançando nossos cabelos há séculos. Em muitas tribos africanas, penteados com tranças eram uma maneira única de identificar e reconhecer cada tribo. Devido ao tempo que as pessoas levavam para fazê-las, elas costumavam socializar entre si enquanto isso. Começou com os anciãos trançando os cabelos de seus filhos, depois os filhos assistiam àquilo e aprendiam com eles. A tradição de união foi levada adiante por gerações, e rapidamente cruzou o mundo. Tenho a honra de compartilhar essa experiência de união com a minha própria filha e ser parte de mais uma geração de tradições históricas”, escreveu Serena, em tradução livre.

Continua após a publicidade

 

Publicidade