Quando é que vale mentir em uma entrevista de emprego?

Nossa colunista Cynthia de Almeida explica o porque não podemos mentir na entrevista de emprego

 

Quando é que vale mentir em uma entrevista de emprego? Devo admitir que odeio levantar cedo ou fingir que sou uma alegre madrugadora?

A resposta da primeira pergunta é: nunca. Não se mente em entrevista de emprego, sob nenhuma hipótese ou razão. Primeiro porque está errado e segundo porque vai custar … o seu emprego! Já era difícil falsear e enfeitar um currículo na era analógica. Agora,  qualquer histórico pode ser checado com um mísero clique. Mas garantir a veracidade das informações sobre sua formação acadêmica e trajetória não tem nada a ver com prestar conta sobre seus hábitos de sono. Acordar de mau humor é um direito seu. Se por acaso ocorrer a você revelar,, por sua conta, essa característica quando um entrevistador perguntar alguma coisa sobre os seus  eventuais “defeitos”, tudo bem. É preferível assumir  que briga com o despertador do que apelar para o clichê patético e se declarar “ perfeccionista”. Você não perguntou mas saiba: ser perfeccionista não é defeito. E essa resposta nunca, nunca, nunca deve ser dada em uma entrevista.