Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Princesas fortes, contemporâneas e sem príncipes

Disney lança videocampanha com princesas sem príncipes encantados ou fragilidades extremas, que valorizam mais a força que a beleza

Por Redação M de Mulher - Atualizado em 16 jan 2020, 09h26 - Publicado em 16 out 2012, 21h00

Disney lança campanha onde meninas reais se dizem princesas. Quem sabe a mensagem evite cenas como a acima no futuro…
Foto: Divulgação

Com um time de dez princesas com grande influencia no imaginário feminino infantil (ok, e em parte do adulto), a Disney lançou uma campanha para homenagear o que considera as pequenas princesas contemporâneas: meninas determinadas, corajosas, autênticas, independentes e bondosas, é claro. A campanha está no Youtube. E abaixo dela estão comentários a favor da iniciativa e outros que acusam a empresa de hipocrisia por vender um estereótipo em seus filmes de animação e outro na publicidade que já atingiu mais de 100 mil views e 100 comentários.

O Pensou Mulher Pensou Abril, que nasceu como movimento Habla, convida você a assistir ao vídeo e tirar suas próprias conclusões. Com menos de dois minutos de duração, a campanha é bem bonitinha, não apresenta qualquer príncipe e tem frases de efeito como “gentileza é poder”, “eu já ouvi que sou linda, eu sei que sou forte”, “algumas  vezes eu me assusto e fico corajosa ao mesmo tempo”.

Princesas fortes, contemporâneas e sem príncipes

No ensaio fotográfico Fallen Princesses, a canadense Dina Goldstein dá sua interpretação bem humorada sobre o “day after” dos contos de fadas
Foto: Divulgação

Mostra meninas surfando, tocando guitarra e bateria, lidando com mecânica, cavalgando no cavalo do príncipe e, obviamente, fantasiadas de princesas, deixando claro que a fantasia de princesa é mesmo uma fantasia.  Ainda que ser perfeita continue a ser um ideal. O video pode ser inspirador para as novas gerações. E certamente é mais confortante que as fotos produzidas pela fotógrafa Dina Goldstein para o projeto Fallen Princess, um tanto antigo, e que mostra o depois do felizes para sempre das princesas em uma visão bem particular, irônica e até confortante. Um exemplo do trabalho de Dina Goldstein é a foto acima. Outros podem ser vistos aqui.

Se a Disney continuar com a mesma vontade de tornar garotas reais princesas e fazer de princesas garotas mais reais, quem sabe no futuro, as imagens de Dina Goldstein percam a dramaticidade. De toda forma, a nova campanha da Disney é inspiradora.

Saiba mais sobre tendências de comportamento e do universo feminino no Pensou Mulher Pensou Abril.

Publicidade