Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Passei por poucas e boas por causa da minha voz

Sempre tive um tom de fala grave, e isso já me causou alguns constrangimentos. Mas o meu vozeirão também já me salvou de enrascadas

Por Redação M de Mulher - Atualizado em 21 jan 2020, 09h04 - Publicado em 18 mar 2009, 21h00

Por causa da minha voz grave, já me 
perguntaram até se eu era travesti
Foto: arquivo pessoal

Desde menina, meu tom de voz é muito grave. Como fumei a maior parte da vida, ele ficou ainda mais acentuado, ao ponto de me confundirem com um homem! É incrível como as pessoas são indelicadas. Por que tratar alguém de senhor ou senhora antes de saber qual é o sexo da pessoa?

Quando ligo pra pizzaria ou pra farmácia, o atendente logo fala: ”Pois não, senhor?”. Então, digo que sou Ivana. Eles se constrangem e pedem desculpas… Já me confundiram até com travesti!

Eu estava conversando com um pessoal na porta de um bar quando o amigo de um amigo meu perguntou: ”Você é mulher mesmo ou travesti?”. Pode? Respondi: ”Sou mulher mesmo, quer ver?”. O cara se colocou no devido lugar. Mas isso é só o começo. Até entrei com processo na Justiça por causa da minha voz.

O paquera da internet era legal. Até achar que eu era um homem

Eu passei dois meses conversando com um cara pela internet. Ele era de Sergipe, e eu, na época, de Alagoas. Levávamos um papo bacana, tínhamos muitas afinidades, gostávamos das mesmas coisas… Um dia, ele pediu o telefone da minha casa. Foi minha avozinha quem atendeu e me passou a ligação.

Conversamos numa boa e ficamos de nos falar no dia seguinte. Quando eu entrei na sala de bate-papo, o cara foi logo soltando os cachorros pra cima de mim.

— Você não tem vergonha, não, seu v…?!?!?!?
— O quê? Não estou entendendo… – respondi, ainda confusa com a situação.
— Você não tem vergonha de se passar por mulher na internet? Nessa hora, não aguentei e apelei pra baixaria.
— Pois venha até aqui ver o que eu tenho no meio das pernas, rapaz. Se manque! Despachei o engraçadinho logo. No fim, foi até bom isso ter acontecido, pra eu não me envolver mais com uma pessoa tão indelicada. Como assim, duvidar de mim? E ele nem me pediu desculpas. Bloqueei o contato dele no MSN e nunca mais nos falamos.

Continua após a publicidade
Publicidade