CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

Mulheres já são responsáveis por 40,9% da renda familiar, diz pesquisa

Elas estudam mais, adiam a maternidade e possuem um aumento significativo entre os chefes de família. Colocam cada vez mais dinheiro em casa, da mesma forma que continuam ganhando menos do que os homens.

Por Amanda Figueiredo Atualizado em 26 out 2016, 11h06 - Publicado em 30 out 2014, 21h00

Foto: reprodução da série “Up All Night”.

O IBGE divulgou um estudo de estatísticas de gênero que mostra avanços importantes do papel da mulher brasileira dentro da família e da carreira. Mas ao mesmo tempo, também destaca pontos de desigualdade. As informações foram levantadas durante dez anos, entre 2000 e 2010.

O número de mulheres entre 25 e 29 anos com filhos diminuiu consideravelmente. Em 2000, 69,2% delas eram mães. Já em 2010, 60,1% delas tinham pelo ou menos um filho. Segundo a pesquisa, elas estão dando mais atenção à sua formação e acabam postergando a maternidade para estudar mais.
 
Em casa, elas cresceram mais de 13 pontos percentuais entre os chefes de família. De 24,9%, em 2000, para 38,7%, em 2010. Já a renda da família está sob a responsabilidade feminina em 40,9% dos lares.
 
Em média, a ala feminina continua estudando mais que a masculina, mas ainda assim ganha menos do que eles. Entre 18 e 24 anos, 15,1% das mulheres cursavam ensino superior, contra 11,3% dos homens. Porém, elas ainda recebem apenas 68% da fatia deles – enquanto eles recebem R$ 10, elas ganham R$ 6,80.

Publicidade