“Façam peças que cubram nossos bumbuns”

Em carta divulgada pela revista norte-americana "Popsugar", mãe faz apelo à indústria de moda praia

Insatisfeita, a americana Katharine Stahl, mãe de uma criança de dois anos de idade, decidiu escrever uma carta aos fabricantes de biquínis e maiôs. Sua principal queixa: o tamanho das peças disponíveis no mercado. O depoimento foi divulgado na revista  “Popsugar”. Confira:

“Ultimamente, o assunto ‘roupa de banho’ não sai da minha cabeça. Com o feriado que se aproxima, senti que precisava aumentar minha coleção com maiôs mais bonitos e mais apropriados para a minha atual situação: mãe. Embora o surgimento do maiô tenha facilitado minha vida e aumentado minhas opções, senti falta de uma cobertura maior em uma determinada parte do meu corpo. Sendo assim, gostaria de fazer um apelo à indústria de moda praia: por favor, continuem fazendo maiôs sensuais e que seguem as tendências, mas também façam peças que cubram nossos bumbuns.

Recentemente, eu estava de férias em um resort cheio de adolescentes adoráveis ​​de 20 e poucos anos e muitas delas usavam a mais recente tendência do universo dos biquínis: fio dental. Seus bumbuns estavam semi expostos e eu preciso admitir que eram bonitos. O meu também era quando eu tinha idade delas, mas estou prestes a completar 37 anos e, apesar do número de agachamentos e passos de ballet que me forço a fazer todos os dias, eu, oficialmente,  já passei do momento de expor o bumbum.

Além das realidades físicas (obrigada, gravidade e parto, por diminuírem a elasticidade da minha pele), que deixaram meu traseiro menos empinado do que costumava ser, há também a diferença no dia a dia na praia ou na piscina de quando eu estava na minha melhor forma e de como ele é hoje. (…) Hoje, eu passo a maior parte do tempo perseguindo uma criança, o que faz com que um bumbum meio exposto se torne uma lua cheia na minha primeira corridinha para não deixar que meu filho de dois anos de idade coma areia ou engula água de uma piscina cheia de cloro.

Entendo que em um mundo em que as Kardashians lançam tendência, ter um bumbum grande não é mais uma vergonha. Eu até gosto do meu, mas não quero que ele fique exposto para o mundo. E é por isso que durante a minha buscas, em lojas físicas e onlines,  fico decepcionada quando encontro um biquíni perfeito, mas com a parte de baixo pequena demais.”

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s