Estilista Carol Hungria dá dicas para escolher o vestido perfeito

Estilista aponta tecido e modelagens clássicos que combinam com todos os estilos

Escolher o tão sonhado vestido de noiva é uma missão complexa – que pode até se tornar frustrante quando não se sabe ao certo o que procura. O primeiro passo para encontrar o vestido ideal é conhecer o próprio estilo e identificar os detalhes que agradam ou não em um visual de noiva.

Conversamos com Carol Hungria, estilista carioca que já conquistou o Brasil com suas criações leves e cheias de personalidade, para reunir dicas que auxiliem na busca pelo vestido de noiva perfeito para você.

1. Prove!

Paixão à primeira prova? Pode até acontecer, mas é melhor não contar com a sorte e experimentar diversos modelos para ver o que realmente lhe agrada. Nem sempre o modelo que você amou no Pinterest vai agradar no seu corpo. A busca pelo modelo dos sonhos deve ser tranquila, sem pressão, e marcada por referências. “Além de pesquisar bastante, a noiva não deve esquecer de se divertir! O casamento é um momento prazeroso, mágico, e essa é uma etapa que não merece estresse”, comenta Carol.

2. Fique atenta à estrutura

 (Carol HUngria/Divulgação)

Estrutura é tudo! Até os modelos mais simples têm um caimento perfeito quando são bem estruturados e bem cortados. “Uma boa estrutura dá segurança, deixa o visual das curvas mais harmônicas e o shape sequinho. Essa estrutura é criada valendo-se de alguns artifícios. Quando o modelo não é tão decotado, utiliza-se um corselet, que acompanha toda a curvatura até o quadril, deixando busto, cintura e barriga no lugar”, explica a estilista.

3. Na dúvida, aposte na modelagem em A

Chamada pelos americanos de “A line”, essa modelagem é um coringa no visual de noiva, pois funciona para todos os estilos de corpo. A abertura a partir da cintura ou do quadril deixa o corpo mais alongado e com formas femininas.

4. Rendas para noivas clássicas – ou não

 (Carol Hungria/)

Rendas nunca saem de moda e podem trazer leveza e delicadeza ao vestido da noiva. As noivas que não gostam de um visual muito romântico podem optar por detalhes apenas no véu ou no cinto, para enriquecer o visual. “Existem milhões de opções, desde as rendas delicadas de chantily até uma mais grossa, tipo guipure ou arabescada e mais encorpada com acabamento em soutache, que está super em alta. Há também os tules bordados, que possibilitam uma diversidade infinita de estampas, desde geométricas até 3D”, sugere a especialista, autora de “Guia Atemporal das Noivas com Estilo”, o manual considerado a bíblia das noivas.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s