Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

“Eles voltam mais produtivos” diz CEO que paga US$ 2 mil para funcionários viajarem de férias

Segundo o CEO, desde o início da ação, as pessoas tornaram-se mais produtivas

Por Redação CLAUDIA - Atualizado em 31 out 2016, 11h31 - Publicado em 27 set 2016, 13h49

Desde 2011, a companhia de marketing e propaganda SteelHouse, nos Estados Unidos, paga 2 mil dólares, anualmente, para cada funcionáriosair de férias e viajar com a quantia. A medida surgiu após muitos dos empregados da empresa deixarem de tirar férias por tempo prolongado – mesmo com incentivos, como a possibilidade de férias ilimitadas –, o que diminuia a produtividade.

Quem trabalha na empresa recebe a quantia para ir a qualquer lugar do planeta fazer o que quiser, podendo utilizar tudo de uma vez ou parcelar em várias viagens. Não é possível continuar trabalhando e receber os 2 mil dólares como bônus: o funcionário precisar comprar as passagens para ser reembolsado no dia seguinte. Quem não tem cartão de crédito, pode pegar o da empresa emprestado. Ao retornar da viagem, o resto do dinheiro é dado como reembolso pelos outros gastos.

O CEO da SteelHouse, Mark Douglas, disse ao Business Insider que, quando retornam de viagem, os funcionários mostram-se mais produtivos. De acordo com ele, até então, havia certa rejeição à necessidade de sair de férias e deixar o trabalho um pouco de lado. “Quando começamos a dizer às pessoas que elas poderiam tirar férias ilimitadas, elas não sabiam nem como interpretrar isso”, contou. Desde que esse financiamento foi implantado, há 3 anos, apenas 3 dos 250 funcionários pediram demissão – e foi para abrir o próprio negócio.

Leia também: Quando as mulheres chegam ao topo, o faturamento das empresas aumenta 

Ele defende que as empresas deveriam incentivar as férias de forma prática, com ações como essa: “Uma coisa é dizer ‘você tem três semanas de férias’, como muitas companhiam fazem. Outra coisa é ‘você tem dinheiro, se não sair de férias e gastar esse dinheiro, ele será desperdiçado'”

Divulgação
Divulgação

 

Continua após a publicidade
Publicidade