Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Como preparar um cardápio nota 10 para o lanche da tarde

Escolha os alimentos certos e garanta que seu filho mantenha o pique até o fim do dia e seja mais saudável

Por Estúdio ABC - Atualizado em 21 jan 2020, 16h42 - Publicado em 3 dez 2015, 13h43

Não descuide do lanche da tarde. Segundo a nutricionista esportiva Vivian Ragasso, essa refeição intermediária é tão importante para a alimentação infantil quanto as principais. “Ela mantém a glicemia equilibrada e, consequentemente, a criança tem mais disposição, força física, concentração e facilidade para aprender”, diz ela.

O intervalo entre o almoço e o lanche nunca deve ultrapassar três horas. “Quando se passa muito tempo sem comer, o organismo acaba buscando as reservas de energia, o que, para os pequenos, compromete o desenvolvimento dos tecidos e causa déficit de crescimento.” Seguindo as três recomendações da nutricionista, você pode elaborar um cardápio saudável – e 100% eficiente –, com opções diferentes todos os dias:

  1. A boquinha no meio da tarde é uma ótima oportunidade para oferecer alimentos leves e saudáveis, especialmente frutas – crianças precisam de três a cinco porções por dia. Para acertar na medida, considere que cada porção equivale à mãozinha dela, fechada.
  2. Inclua uma fonte de proteína derivada do leite. Vale iogurte, queijo ou o próprio leite, batido com fruta ou achocolatado. Ricos em cálcio, os lácteos são fundamentais para o desenvolvimento dos ossos e o bom funcionamento dos músculos.
  3. Combine a fruta e o laticínio a uma fonte de carboidrato, como pão, biscoito, barrinha ou bolo, de preferência à base de cereal integral. Esses itens aumentam a sensação de saciedade e evitam aquela vontade incontrolável de beliscar fora de hora.

*Clique aqui e leia todo o conteúdo do especial O Esporte Ensina 

Publicidade