Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Coluna da Cynthia: “Devo largar meu emprego de 10 anos e abrir um negócio? Quero ser dona do meu nariz”

Nossa colunista de carreira, Cynthia de Almeida, esclarece quando vale a pena abandonar a carteira assinada e se aventurar no empreendedorismo

Por Cynthia de Almeida Atualizado em 31 out 2016, 11h31 - Publicado em 19 jul 2016, 14h04

“Trabalho há 10 anos em uma indústria de confecção mas quero pedir demissão e criar minha própria empresa de moda. Estou cansada de ter patrão e horários e sonho em ser dona do meu próprio nariz. Devo assumir 0 risco e ir em frente?”

Se for pelas razões mencionadas, não. A motivação da empreendedora não deve ser a ilusão de ser “a própria chefe”e “não ter horários”. Fora da hierarquia de uma corporação, o chefe não some, apenas se multiplica: são seus clientes, seus fornecedores e, claro, você mesma, que, vale lembrar, pode ser a mais implacável de todos. Sobre os horários, podem não ser mais o expediente 9 às 5, e sim, mais flexíveis…e prolongados ao infinito. Ou seja, empreender não significa nunca trabalhar menos e não ter cobranças. Entendido isso, criar o próprio negócio pode ser o grande passo da sua carreira: fazer o que gosta, por em prática aquilo em que acredita, ralar muito e ganhar bem mais. Se este for o seu espírito e energia vai com tudo:estude o mercado, converse com as pessoas da sua área, pesquise, prepare-se e dê o salto que pode ser o grande lance da sua vida.

Publicidade