Clique e assine com até 75% de desconto

4 dicas de ouro para quem quer abrir um negócio em 2016

Chegou a hora de tirar do papel aquele projeto de abrir seu próprio negócio

Por Ana Carolina Castro Atualizado em 31 out 2016, 11h31 - Publicado em 13 jan 2016, 15h53

Deixar o emprego e abrir o próprio negócio está na lista de resoluções para 2016 de muitas mulheres.

Uma pesquisa do Sebrae mostrou que as brasileiras são as mais empreendedoras do mundo. Em 2011, 49,7% dos negócios no país foram criados por mulheres. De acordo com a Serasa Experian, empresa do ramo financeiro, o Brasil possui mais de 5 milhões de mulheres empresárias, 8% da população feminina do país. E 43% dos donos de empresas são mulheres.

Quer fazer parte deste time de mulheres empreendedoras? Listamos 4 dicas de ouro para tirar já o projeto do papel:

1. Desenvolva a ideia de negócio com calma

O primeiro passo para se lançar como empresária é pesquisar muito sobre a sua área de interesse. Antes de investir seu capital em um novo empreendimento, desenvolva um plano de negócios sério e o principal: realista. Para isso, não tenha medo de pedir ajuda a especialistas. O Sebrae oferece cursos para auxiliar o cálculo do montante de capital de giro necessário e até a buscar um ponto comercial adequado. Qual a necessidade do seu cliente em potencial? Como você pode se destacar? Como será definido o preço do produto ou serviço? Estes são apenas alguns exemplos de perguntas que o empresário precisa responder. E um especialista poderá te ajudar a encontrar as respostas ideais.

Continua após a publicidade

2. Programe com atenção as despesas da nova empresa

Abrir um novo negócio exige um investimento. De quanto seu negócio precisa para começar? Coloque no papel todos os gastos necessários, como reformas, mão de obra, matéria prima, entre outros. Outros gastos como aluguel, água e energia elétrica também devem ser contabilizados. Seja bastante realista com a expectativa de gastos e tente projetar possíveis imprevistos.

3. Aprenda com os erros dos outros

Depois que a ideia for definida, o próximo passo é buscar experiências similares. Essa procura ajuda a entender os problemas enfrentados pelo tipo de negócio. E o melhor: conhecer as soluções que podem ser adotadas. Vai montar uma loja de acessórios na zona sul da cidade? Vá à região e pesquise as lojas para coletar informações. Sempre tomando cuidado para não parecer que está checando a concorrência. Veja como é o atendimento, a movimentação das ruas, a relação com os funcionários e fornecedores. Esta pesquisa te ajudará a ter mais confiança na empreitada.

4. Saiba que o lucro demora a chegar

A maioria dos “aspirantes” a empresários joga a toalha antes mesmo de dar os primeiros passos, mas não deixe que o medo a impeça de investir no seu sonho. Cerca de 27% das micro e pequenas empresas paulistas fecham as portas no primeiro ano de existência. Mais do que os altos e baixos da economia brasileira, a principal razão para o fracasso está na falta de planejamento. Reserve um montante para suprir as suas necessidades durante os primeiros meses do seu negócio.

Continua após a publicidade
Publicidade