Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

10 ideias para deixar o mês de agosto mais incrível

Época de desgosto? Não por aqui!

Por Lucas Castilho Atualizado em 21 jan 2020, 20h05 - Publicado em 3 ago 2015, 15h19

É, para muitas pessoas agosto é sinônimo de “o mês do desgosto”. Seria a falta de feriados um dos motivos?! Mas a verdade é que a gente está bem confiante (valeu, Susan Miller) de que em 2015 as coisas serão um pouco diferentes e o mês será sensacional. Coisas legais para fazer é o que não faltam, olha só!

1. Noite das garotas para comemorar o dia das solteiras. (dia 15)

Bateu aquela invejinha do dia 12 de junho? Pois saiba que a sua grande vingança tem data para acontecer! Já que em 15 de agosto é comemorado no Brasil o dia das solteiras, motivo mais do que justo, vai, para reservar a data e sair com as amigas por aí sem hora pra voltar. Claro que secretamente você bem sabe que todo dia é dia das solteiras! rs Duvida? A gente separou 21 motivos de por que não namorar é incrível! 

2. Fazer maratona “Wet Hot American Summer” no Netflix.

Em 2001, estreava o filme “Wet Hot American Summer” com um roteiro meio louco que se passava num acampamento dos anos 1970 e um elenco basicamente formado por atores desconhecidos, o longa foi um fracasso. Mas nada como alguns anos, não é mesmo?! O jogo virou! Nomes como Bradley Cooper, Paul Rudd, Amy Pohler e Elizabeth Banks se tornaram sinônimo de gente bem-sucedida em Hollywood e o filme, antes desprezado, virou cult. Pois bem, o Netflix conseguiu a proeza de juntar a agenda desses famosos e transformou a experiência cinematográfica numa série de 7 episódios que conta o que aconteceu antes dos eventos mostrados no longa. Espere por muito humor nonsense, piadas escatológicas e atores quarentões (e cinquentões) interpretando adolescentes. Kristen Wiig (“Missão Madrinha de Casamento”) faz uma pontinha maravilhosa! Estreou no dia 3 e vale (muito!) o “binge watching (ver tudo na sequência)”.

3. Achar um tempinho para ler “A Arte de Ser Normal”.

Procurando indicações de livros bons para devorar? No elogiado “A Arte de Ser Normal”, a escritora inglesa Lisa Williamson retrata de forma sensível, como pontuou o importante jornal The Guardian, a vida de David, um adolescente que se assume como uma garota transexual e precisa enfrentar os diversos preconceitos – e obstáculos – da sociedade por apenas ter nascido do jeito que nasceu. Vale pela história emocionante e para entender melhor o universo das pessoas T. Lançado pela editora Rocco, a obra fica disponível nas livrarias a partir do dia 10 e custa R$ 34,50.

4. Marcar aquele check-up médico.

Fala sério, há quanto tempo você não marca aquela consulta médica de rotina para ver se tudo está ok?! Muito tempo, né? Aproveita que no dia 5 é comemorada a data Nacional da Saúde para colocar na sua agenda algo tão importante e que, normalmente, as pessoas ficam adiando. É como sua mãe sempre diz: “Filha, com saúde não se brinca”. Tá?!

5. Planejar algo especial para o dia 26.

Susan Miller, a astróloga-celebridade, mandou avisar que dia 26 será o dia de maior sorte do ano para todas as pessoas do planeta. Uau! Sim, você leu direito: muita coisa boa deverá rolar na data! E, pra você que acredita em astrologia, que tal planejar algo especial para fazer na ocasião?! Dedos cruzados desde já!

Continua após a publicidade

6. Tentar não ficar viciada em “A Regra do Jogo”. (dia 31)

João Emanuel Carneiro escreveu “Avenida Brasil”, aquela novela, sabe, que parou o Brasil em 2012?! Mas mais do que isso: são dele também as incríveis “A Favorita”, “Cobras & Lagartos” e “Da Cor do Pecado”, até hoje a trama de maior audiência de TODOS OS TEMPOS do horário das 7. O cara tem “bala na agulha”. Por isso – e também por um elenco que conta com Susaninha Vieira, Alexandre Nero, Renata Sorrah e Giovanna Antonelli – que a expectiva é grande e só aumentou com a divulgação desse teaser sensacional. Fácil vai ser não esquecer da data de estreia (dia 31), difícil vai ser não ficar viciada já no primeiro capítulo.

7. Ir na expo do Kandinsky.

Para você que mora em São Paulo ou está pensando em visitar a cidade, a exposição “Kandinsky: Tudo Começa Num Ponto” é algo imperdível! Nela, a partir de obras e objetos de Wassily Kandinsky, de seus contemporâneos e pessoas que o influenciaram, é apresentada toda a trajetória do artista russo que é o precursor do abstracionismo. Aberta até dia 28 de setembro, pode ser conferida no Centro Cultural Banco do Brasil, na região central. O melhor? A entrada é de graça!

8. Chamar as amigas para assistir ao VMA 2015. (dia 30)

A sempre polêmica premiação da MTV norte-americana já “causou” muito antes de ir ao ar. Para quem não sabe, na ocasião da divulgação dos indicados, Nicki Minaj soltou os cachorros no Twitter por achar que o clipe de “Anaconda” merecia muito mais do que as duas indicações que recebeu. Taylor Swift achou que um dos tweets eram direcionadas para ela e foi tirar satisfações. Acabou, com razão, levando uma lição de moral da rapper sobre direitos dos negros e a falta de representação deles na indústria cultural. A repercussão foi tão grande que Katy Perry entrou no meio e rolou até artigo no site da importante revista “Time” afirmando que Nicki já havia ganhado o VMA muito antes de sua exibição. #Bafo. Some a isso outro fato explosivo para não perder o prêmio: Miley Cyrus, a rainha contemporânea dos factóides, será a grande apresentadora. Pode esperar por muita língua de fora, twerk e, claro, alguma menção à célebre apresentação da cantora com Robin Thicke, em 2013. Chame as amigas, compre alguns snacks e não perca por nada!

9. Ir ao cinema.

Agosto trouxe destaques para todos os gostos, de comédias levinhas e filmaços de ação, até ficção científica e Woody Allen. Se liga nas estreias boas deste mês: “Quarteto Fantástico” (dia 06), “A Escolha Perfeita 2” e “Missão Impossível – Nação Secreta” (dia 13), “O Pequeno Príncipe” (dia 20), “Expresso do Amanhã e “Homem Irracional” (dia 27).

10. Dar graças a Deus que você já saiu da escola. (dia 22)

No dia 22 de agosto é comemorado em todo o Brasil o Dia do Folclore e você sabe muito bem o que isso significava no seu período escolar! Infinidades de trabalhos, apresentações e inúmeras vezes que você iria escutar as lendas do boto-cor-de-rosa, caipora, boitatá e curupira. Por essa – e algumas outras como ter seu próprio dinheiro – que ser adulta não parece tão terrível assim. rs #maishumorporfavor

Continua após a publicidade
Publicidade