Clique e assine com até 75% de desconto

Cura da AIDS? Mais um paciente fica livre do HIV e a ciência está otimista

São poucos os casos no mundo, mas os médicos acreditam que possam enxergar um caminho para a cura.

Por Daniella Grinbergas Atualizado em 15 jan 2020, 22h37 - Publicado em 11 mar 2019, 13h45

Pela segunda vez na história, uma pessoa infectada conseguiu se livrar do HIV – a primeira foi há 12 anos e há expectativas de que haja ainda uma terceira. O caso foi anunciado em uma das revistas científicas mais conceituadas do mundo e em um congresso nos Estados Unidos.

O que acontece é que um paciente de Londres, além do HIV, tinha um câncer de sangue que foi tratado com um transplante de medula óssea. E 18 meses depois do procedimento, os exames não identificaram mais o HIV.

Vale lembrar que os transplantes de medula são muito agressivos e arriscados, pois mexem com todo o sistema imunológico do paciente. Mas se for confirmado o sucesso do procedimento no combate ao vírus, novas técnicas de rearmamento do corpo com células imunes modificadas que podem resistir ao vírus serão estudadas.

As expectativas são as melhores, mas os cientistas pretendem esperar pelo menos 3 anos do desaparecimento da doença para classificar o caso como cura, pois existe a possibilidade do vírus estar apenas adormecido.

Vamos aguardar e torcer!

Continua após a publicidade
Publicidade