Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Caminhe sem dor

Olhe para a sola dos seus sapatos e veja se sua pisada é torta. Depois, acerte o passo e evite dores no corpo.

Por Redação M de Mulher - Atualizado em 21 jan 2020, 08h38 - Publicado em 27 abr 2009, 21h00

Preste atenção em sua pisada e fuja das
lesões
Foto: Dreamstime

Dores freqüentes no quadril, nos joelhos ou na coluna podem ser sinal de problemas nos pés. A atenção deve ser redobrada se o mal-estar aparecer durante as atividades simples do dia a dia, como ir às compras ou fazer caminhadas curtas.

Os 3 diferentes tipos de pisadas

Os riscos que o seu corpo corre

Cibele Réssio, ortopedista da Universidade Federal de São Paulo, explica que o hábito de pisar torto geralmente surge na infância e pode causar muitos problemas para a saúde. “Quando pisamos de maneira inadequada, isso fica bem evidente na sola dos calçados, que se deforma ou gasta de maneira irregular”, diz.

Consulte um ortopedista: Não vacile: se desconfiar que você ou seu filho têm algum problema de pisada, procure logo um ortopedista.

Faça exames: O Sistema Único de Saúde (SUS) faz os exames e tratamentos necessários para corrigir a pisada. O exame de baropodometria é o mais importante. Ele avalia a pressão dos pés e pode dizer qual o seu tipo de pisada e a maneira adequada para corrigi-la

Seja determinada: Dependendo da intensidade do problema, o tratamento pode demorar um pouco. O ortopedista poderá receitar o uso de palmilhas, sessões de fisioterapia ou mesmo cirurgias de correção. Em todos esses casos, você precisará ter paciência com o tratamento e ser firme com as crianças. Elas podem se livrar de problemas no futuro.

Continua após a publicidade
Publicidade