6º dia – Como diminuí meu colesterol em 21 dias – sem remédios

Acompanhe o meu diário e descubra como eu fiz para conquistar uma vida mais saudável. Vida real mesmo, nada de lero-lero!

Dor, dor e dor.

Hoje eu acordei travada. Dói tudo: perna, braço, abdomem… Estou cogitando a ideia de sair hoje à noite, mas não sei se eu consigo. Ontem fui à casa de uma amiga e a dor já começava a dar seus sinais. Fiquei sentada no sofá, mas cada vez que eu ria, algum músculo novo se manifestava. Tive que anunciar o desafio para os meus amigos naquela noite, pois comigo eu trazia uma lata de atum para o jantar. Todos gostaram da ideia, mas não deixaram de me oferecer a cerveja que eu acabei aceitando. Dois, ou três copos.

iStock/Thinkstock/Getty Images iStock/Thinkstock/Getty Images

iStock/Thinkstock/Getty Images (/)

Para amenizar a dor, não tomei remédios. Pensei na banana mas a doutora Bianca, a nutricionista, me disse que ela é só no caso de câimbra! Bom, mesmo assim já comi uma. Fui pesquisar e também descobri que o famoso Whey Protein é muito bom para impedir as dores musculares. Isso porque, quando fazemos musculação, nós rompemos algumas fibras do nosso músculo e a proteína presente neste suplemento ajuda que a reconstrução delas seja mais rápida. Mas ele deve ser tomado depois do treino, não na hora da dor. Bom, vou esperar meu retorno na doutora Bianca para saber se posso incluí-lo na dieta.

Hoje também é dia de ficar em casa. Obviamente, sem condições de fazer exercícios – mas com muitas para comer! No meu dia a dia eu quase não paro aqui, então não sofro tanto as tentações. Pela manhã, fui no mercado comprar as coisas para a próxima semana de dieta: pão integral, atum, iogurte, tapioca… Só que na hora de guardas as coisas na geladeira, quem eu encontro lá: um pedaço, solitário, do meu bolo de aniversário geladinho. Olhei para um lado, olhei para o outro e adeus bolo de aniversário! Achei que fosse até um sinal e resolvi não desperdiçar. =x

Se você está me acompanhando sabe que eu já ultrapassei a cota de doce, de álcool e azeite! Mas a semana já está acabando, então acho que vai dar tudo certo. Para o almoço de hoje fiz um macarrão integral com molho de tomate e rúcula. Vou falar para vocês que ficou ótimo! Nunca tinha comido antes e a massa me surpreendeu. Comprei no formato espaguete, deixei cozinhar um pouco mais que a normal e ficou igualzinha. Eu juro! Vale muito a pena experimentar, pelo o gosto e pela saúde, pois os carboidratos integrais não passam pelo processo de refinar os grãos, preservando a casca rica em fibras. Além de manter a sensação da saciedade por mais tempo, as fibras têm diversas vantagens para o corpo e inclusive ajudam a reduzir a absorção do colesterol.

Pensando nisso, separei uma listinha com receitas integrais para você se inspirar e também adicioná-las na sua alimentação. Boa sorte e até amanhã!