5 motivos pelos quais você acorda no meio da noite

O despertar noturno pode ser causado por problemas físicos e emocionais

Você programa o despertador para a manhã seguinte, apaga a luz, fecha os olhos, dorme e… Acorda no meio da noite? Se essa sequência se repete com frequência, fique atenta: mais do que frustrante e cansativo, acordar no meio da noite pode ser indicativo de problemas físicos e emocionais. Isso pode indicar, por exemplo, stress ou depressão. Selecionamos 5 situações que podem estar tirando o seu sono, as possíveis causas e como proceder em cada uma delas. 
 
1. Se você acorda tossindo, pode estar sofrendo de refluxo noturno ou atípico, quando o ácido estomacal sobe pelo esôfago e irrita o fundo da garganta. Estar deitada facilita essa subida do ácido. Além da tosse, azia e gosto amargo na boca também podem indicar o refluxo.
O que fazer: Evite refeições pesadas seis horas antes de ir para a cama e durma com o apoio de travesseiros para elevar a parte superior do corpo. Atenção ao peso extra: aqueles quilinhos a mais ao redor do estômago aumentam a pressão sobre o abdome, o que pode ser responsável por empurrar o conteúdo do estômago de volta para a garganta. 
 
2. Se você acorda sem ar, pode estar sofrendo de asma noturna. 
O que fazer: Mude os lençóis semanalmente e prefira aqueles feitos de algodão. No caso dos cobertores, também opte por algodão ou tecidos sintéticos. Se possível, evite o uso de tapetes, carpetes e cortinas.  
 
3. Se você acorda com dor nas costas, pode estar dormindo em uma posição não confortável, um colchão inadequado ou com travesseiros demais.
O que fazer: Experimente dormir com de barriga para cima, com um travesseiro como apoio para a cabeça e outro debaixo dos joelhos. Essa posição é a mais recomendada, pois dá suporte ao corpo ao mesmo tempo que relaxa a coluna. Para testar um colchão, deite de barriga para cima e coloque sua mão no vão que se forma entre o colchão e a sua espinha dorsal. Se o vão for grande, o colchão é duro demais, mas se você tiver dificuldades de tirar a mão desse espaço, ele é mole demais.
 
4. Se você acorda com dor nas pernas, pode estar desidratada
O que fazer: tome um banho quente e faça alongamento antes de ir para cama para relaxar os músculos. Durante o dia, não deixe de beber líquidos para se hidratar – principalmente durante os exercícios físicos. Isso evitará que o corpo perca água e minerais importantes que ajudam os músculos a contrair e relaxar. 
 
5. Se você acorda com dor de cabeça, pode ser que você esteja desidratada, mas se a dor for intensa, principalmente atrás de um olho, e acompanhada de vermelhidão nos olhos ou nariz entupido, pode ser cefaleia em salvas.
O que fazer: nesse caso, o melhor é procurar assistência médica.