Vigilância Sanitária proíbe venda de lote de peito de frango no país

O alimento é distribuído pela marca D+ Alimentos e continha bactérias que poderiam causar meningite

A Anvisa, agência brasileira responsável por fiscalizar os regulamentos de diversos produtos que são comercializados no país, proibiu a venda e o repasse de um lote de peito de frango congelado em todo o Brasil.

O lote de número 0320 continha a presença da bactéria Listeria monocytogenes, responsável por causar doenças como a meningite, de acordo com a Vigilância Sanitária.

O alimento é comercializado pela empresa D+ Alimentos, responsável por emitir um comunicado com o alerta de recolhimento de todo o estoque de peito de frango cozido desfiado congelado do mercado.

Confira a nota da empresa:

“O lote continha 592 kg, foi destinado a um único cliente e recolhido logo após o resultado da análise.  Nossa empresa não faz venda ao consumidor final apenas a empresas que industrializam utilizando de nossa matéria-prima.”

Veja também: Menina de 11 anos fez falsa comunicação de crime de estupro, diz polícia

+Colégio Bandeirantes registra segundo suicídio de aluno em 15 dias