Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Promotor diz que pedirá pena de até 20 anos em caso Ana Hickmann

Ele é acusado de matar fã que invadiu quarto de hotel de apresentadora

Por Da Redação - Atualizado em 18 dez 2017, 15h33 - Publicado em 18 dez 2017, 15h15

O promotor de Justiça Francisco Santiago disse que vai pedir pena de seis a 20 anos de prisão para Gustavo Corrêa, cunhado de Ana Hickmann e acusado de matar um fã que invadiu o quarto de hotel em que a apresentadora estava.

Segundo a Promotoria, Rodrigo de Pádua foi morto com três tiros na nuca, o que não configuraria legítima defesa. Gustavo foi denunciado pelo Ministério Público por homicídio doloso, quando não há intenção de matar.

Gustavo, que foi ouvido em Belo Horizonte nesta segunda-feira, disse que “faria tudo de novo porque eu não tive opção”. O caso aconteceu em maio de 2016 na capital mineira. Gustava matou Rodrigo após ele atirar contra a assessora Giovana Oliveira, que é sua mulher e acompanhava Ana.

“Sempre estive bem aliviado, independente se a decisão fosse favorável ou não porque eu fiz o que eu tinha que fazer para salvar minha família e a minha vida”, contou o réu ao G1 na saída do interrogatório.

Nas redes sociais, a apresentadora postou uma oração pelo cunhado. “Tire de perto dele todo o mal e que suas palavras mostrem a verdade que sempre foi.”

O marido, Alexandre Correa, que em seu perfil no Instagram se define como “irmão do Gustavo”, também desejou sorte ao irmão.

Continua após a publicidade
Publicidade