Clique e assine Claudia a partir de R$ 5,90/mês

Professor proíbe aluna de amamentar filha durante aula online

A estudante explicou que deixaria a câmera desligada para amamentar, porém o docente respondeu: "não amamente sua filha durante a aula"

Por Da Redação - Atualizado em 6 out 2020, 19h13 - Publicado em 6 out 2020, 19h30

Além de encarar as múltiplas jornadas, que se fundiram ainda mais na pandemia, a estudante Marcella Mares, nos EUA, viu seu direito como mãe cerceado. Durante uma aula online, um professor afirmou que ela não deveria amamentar a filha de 10 meses naquele momento.

A situação, que foi relatada no Facebook da estudante e divulgada pela CNN, começou quando o docente enviou um e-mail exigindo que as câmeras e os microfones dos alunos permanecessem ligados durante as aulas online. Marcella respondeu que deixaria, mas ao amamentar interromperia a transmissão da sua imagem.

“Fico feliz em saber que você pode ter sua câmera e microfone ligados, mas, por favor, não amamente sua filha durante a aula porque não é o que você deveria fazer. Faça isso depois da aula”, respondeu o professor.

Ainda sem acreditar na fala do docente, a estudante foi surpreendida novamente pela explicação dele para os demais alunos. Na aula, ele revelou que uma aluna enviou um e-mail “estranho”, no qual ela propunha “coisas inapropriadas”.

No relato, Marcella ainda conta que esse foi o único professor com quem teve problema por conta da amamentação da filha.

Após o episódio, ela enviou um e-mail para a coordenadora da faculdade, que resultou em um pedido de desculpas do professor. Segundo ele, não era de seu conhecimento que havia uma lei para garantir o aleitamento do bebê no estado.

De acordo com Kathy Bonilla, da área de comunicação da instituição, na Califórnia, a Justiça exige que as escolas ofereçam aos alunos condições relacionadas à gravidez e ao parto, o que inclui a amamentação. “A acomodação inclui fornecer o tempo longe das aulas para amamentar sem penalidades acadêmicas”, explicou.

“Lamento o transtorno em relação à sua intenção de amamentar seu bebê. A partir de agora, você tem o direito de amamentar seu bebê a qualquer momento durante as aulas. Você pode desligar a câmera a qualquer momento, conforme necessário”, disse o professor.

Marcella precisou trancar a disciplina por outros motivos, informou a CNN. Ainda assim, ela deseja que a universidade encare o caso com seriedade.

Continua após a publicidade
Publicidade