Polícia do DF investiga caso de estupro coletivo em menino de 12 anos

Crime foi descoberto depois que imagens da violência sexual foram divulgadas em redes sociais

Na última terça-feira (9), a polícia civil do Distrito Federal iniciou a investigação de um caso de estupro coletivo contra um menino de 12 anos.

Segundo informações do G1, o crime aconteceu em setembro, mas só foi descoberto nesta semana depois que imagens sobre a violência sexual passaram a ser divulgadas em redes sociais. Nelas o menino aparece com roupas íntimas femininas e um tecido em volta do pescoço.

Quatro pessoas são suspeitas de envolvimento no estupro: uma mulher de 21 anos, que está presa; um homem, que está foragido; e duas adolescentes, que foram apreendidas pela polícia.

De acordo com informações do Conselho Tutelar de Santa Maria do Sul (DF), cidade em que ocorreu o crime, o menino era violentado sempre que o grupo não se sentia satisfeito com o resultado do comércio de drogas. Além da violência sexual, ele também chegou a ser espancado e afogado.

Atualmente, a criança deve retornar aos cuidados da mãe, na cidade de Santo Antônio do Descoberto (GO). Até então, ele vivia com a avó. O garoto também deve passar por exame toxicológico e psicológico e será acompanhado pelo conselho Tutelar de Santo Antônio do Descoberto.

Leia mais: Caso Valentina: o que fazer quando seu filho sofre assédio sexual