Pela 1ª vez na história, cartório de Roma registra bebê de casal LGBT

Neste mês, outros dois casais LGBTs também obtiveram o direito de terem maternidades e paternidades reconhecidas pela justiça italiana

Pela primeira vez na história de Roma um casal LGBT conseguiu registrar um bebê em um cartório da cidade. Gerada via “barriga de aluguel”, a menina foi registrada como filha dos dois pais no último sábado (28).

Apesar de ter sido o primeiro caso ocorrido na capital da Itália, o registro da menina não é inédito no país. Neste mês, outros dois casais LGBTs também obtiveram o direito de terem maternidades e paternidades reconhecidas pela justiça.

Entre eles figuram Chiara Foglietta, vereadora do Partido Democrático(PD) italiano e sua companheira, Micaela Ghisleni, que conseguiram aprovação das autoridades de Turim. Além das mulheres, outro casal de Turim também tiveram acesso aos documentos que comprovam vínculos familiares aos filhos. é da cidade de Gabicce, na região central da Itália.

Leia mais: As vitórias LGBT por igualdade nos últimos anos no Brasil