O jeito bizarro que este professor arranjou para evitar ‘cola’

A medida desagradou alguns pais, mas foi apoiada por parte da comunidade local

Uma polêmica tem dividido opiniões no estado de Tlaxcala, México. Para evitar que seus alunos colassem durante a prova, o professor Luis Juárez Texis tomou uma medida, no mínimo, inusitada: ele fez com que os estudantes usassem caixas de papelão na cabeça, os impedindo de olhar para os lados.

Não perca o que está bombando nas redes sociais

A técnica não agradou alguns pais dos alunos, que têm pressionado o Colegio Cobat para que demita o docente. Em nota, eles afirmam que o ato se qualifica como vexatório, “de humilhação, de violência física, emocional e psicológica”.  E acrescentam que estão “preocupados com a formação acadêmica dos nossos filhos. Desqualificamos este tipo de violência com os jovens da nossa escola.”

Também em nota publicada em seu Facebook, a instituição declarou respeitar “os direitos humanos e individuais dos mais de mil e quinhentos estudantes que cursam o ensino médio” e que tudo não passou de uma dinâmica escolar “cujo propósito era gerar o desenvolvimento dos sentidos psicomotores dos alunos”, feita com o consentimento de todos.

Na postagem, alunos e ex-alunos, em sua maioria, defenderam o professor. “Muito boa dinâmica. Fizeram algo parecido conosco no primário, há 40 anos, e nos ajudou. Até hoje me recordo com muito amor da professora, porque ela nos incentivou a dar o nosso melhor” escreveu uma mulher.

Leia também: Tatuador aprende a fazer make para maquiar esposa tetraplégica

Garoto comove a internet ao confortar colega autista em 1º dia de aula

PODCAST – Está na hora de pedir aumento de salário?