Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Nova Zelândia não tem mais casos ativos de coronavírus no país

O governo anunciou, nesta segunda-feira (8), que o último paciente isolado por conta da Covid-19 recebeu alta

Por Da Redação - 8 jun 2020, 11h47

A Nova Zelândia anunciou nesta segunda-feira (8) que o país não tem mais casos ativos de Covid-19. O último paciente isolado por conta do novo coronavírus recebeu alta.

“Não ter casos ativos pela primeira vez desde 28 de fevereiro é certamente um marco importante em nosso caminho, mas, como dissemos anteriormente, será essencial manter a vigilância contra a Covid-19“, afirmou Ashley Bloomfield, diretora-geral do Ministério da Saúde, em comunicado.

Sob o governo de Jacinda Ardern, a Nova Zelândia foi elogiada por sua resposta à pandemia. O país passou por um rígido período de isolamento social. Escritórios, escolas e serviços não essenciais se mantiveram fechados e a atividade econômica chegou a ficar paralisada a presidente, inclusive, cortou em 20% seu salário e de seus ministros.

Nesta segunda, Ardern, por meio de um comunicado, anunciou que o país passou do nível de alerta 2 para o nível 1. “Isso significa que a Nova Zelândia pode retornar a uma vida que parece normal na medida do possível em uma época de pandemia”, disse. “Não haverá mais distanciamento físico. Não haverá mais limites de encontros e nem mais restrições hospitalares. Isso significa que o comércio voltará sem limitações e que o transporte público e viagens por todo o país serão inteiramente abertos”, declara.

No comunicado, a presidente também agradece à população por ter contribuído com o isolamento social. “Nós só conseguimos tomar essa decisão porque nas últimas 11 semanas, nosso time de 5 milhões de pessoas se preparou para alcançar algo que muitos acreditaram que não era possível – nós ficamos em casa, rompemos com a corrente de transmissão e, juntos, salvamos milhares de vidas”, afirma.

“Nós estamos confiantes que eliminamos a transmissão do vírus na Nova Zelândia por enquanto, mas a eliminação não é um ponto no tempo, é um esforço sustentado. Nós certamente veremos casos por aqui novamente, mas quando isso acontecer, não significará que falhamos. Nós estamos preparados para casos futuros”, diz Jacinda.

Retomada da economia

O governo da Nova Zelândia também anunciou que priorizará a implementação de um plano de recuperação econômica pós-pandemia do novo coronavírus.

No comunicado, Ardern pede que a população passe a apoiar o comércio local e consuma produtos desenvolvidos no próprio país. A presidente ainda anunciou que durante a próxima semana divulgará medidas para apoiar empregos e movimentar a economia.

Todas as mulheres podem (e devem) assumir postura antirracista

Continua após a publicidade
Publicidade