Nova revista quer mostrar a meninas que elas podem ser o que elas quiserem

“Nós precisamos fazer nossas meninas entenderem que as opções são infinitas para elas. Elas podem ser expansivas, bagunceiras, fortes e aventureiras, bobas, curiosas, o que elas quiserem. Tudo! Foi isso que me motivou a criar a Kazoo”, disse a editora e idealizadora do projeto Erin Bried

Uma nova revista chamada Kazoo está reunindo as melhores artistas, escritoras e cientistas com o propósito de inspirar garotas a acreditarem nos seus sonhos. A Kazoo Magazine é uma criação da escritora e editora Erin Bried, que atualmente está juntando dinheiro para a publicação no site Kickstarter. De acordo com a idealizadora, caso seja fundada, a Kazoo será publicada quinzenalmente e contará com uma série de participações especiais nos campos das artes, ciência, cidadania e pensamento crítico – quatro temas que definem o conteúdo editorial da publicação, todos voltados a garotas de idade entre 5 a 10 anos.

Bried já tem alguns talentos em mente que aparecerão na revista. Entre eles, a bestseller MacArthur Genius Alison Bechdel, a chefe nomeada ao prêmio James Beard Fany Gerson, a vencedora do prêmio Caldecott, Doreen Cronin, a vencedora do prêmio National Book Award, Jacqueline Woodson e a cosmoquímica Meenakshi Wadhwa. Todas essas mulheres contribuirão com o conteúdo. Cada colaboradora está criando um estilo único artístico e textual exclusivamente para a Kazoo. Bechdel, por exemplo, está trabalhando em um tutorial de desenho chamado “Como Desenhar um Gato” – sua primeira animação original em um ano. Gerson, enquanto isso, está criando e testando receitas de palletas mexicanas. Já Cronin publicará um conto.

Divulgação/Erin Bried Divulgação/Erin Bried

Divulgação/Erin Bried (/)

A editora contou ao portal mental_floss que se inspirou para criar a publicação depois de uma decepcionante ida ao shopping com sua filha. “Eu idealizei a Kazoo porque, depois de dar uma olhada na banca de jornais com a minha filha de cinco anos, eu me senti bastante desapontada e um tanto quanto irritada pelo fato de que não havia nenhum título voltado à meninas que não fosse sobre penteados e cabelos” Desabafou ela: “E cada capa de revista tinha uma princesa, uma boneca ou uma menininha usando maquiagem. Uma vez que minha filha prefere piratas a princesas, nós deixamos a loja aquele dia de mãos vazias.”

Bried estava frustrada com a quantidade limitada de revistas impressas – e de assuntos tratados – para o público feminino infantil, e quis criar algo de valor, uma publicação que mostraria às garotas que suas opções na vida são ilimitadas. “As mensagens que a mídia passa para elas é a de que só existe um único jeito certo de ser menina. Os efeitos disso são extremamente negativos”, escreveu a idealizadora. “Nós precisamos fazer nossas meninas entenderem que as opções são infinitas para elas. Elas podem ser expansivas, bagunceiras, fortes e aventureiras, bobas, curiosas, o que elas quiserem. Tudo! Foi isso que me motivou a criar a Kazoo.”

Assista ao vídeo promocional super fofo da revista que conta com a presença da filha de Erin: