Música romântica de Naiara Azevedo é ação contra violência doméstica

Clipe de 'Coração Pede Socorro' mostra cenas de abusos físicos e psicológicos

Naiara Azevedo lançou no início do mês a canção “Coração Pede Socorro”. O que parecia uma música romântica revelou uma outra face de um relacionamento: a violência doméstica contra a mulher. No clipe lançado no último dia 25, data que marca o Dia Internacional de Combate à Violência Contra as Mulheres, a mesma letra serviu de pano de fundo para cenas de abusos físicos e psicológicos. 

A ação, criada pela Artplan para o Ministério de Direitos Humanos e para a Secretaria das Mulheres, quer incentivar denúncias de violência através do número 180. 

“Fiquei muito feliz com o convite para ser porta-voz dessa campanha. Acredito que nunca se falou tanto sobre o tema ‘violência contra a mulher’ nas redes sociais e jornais como estão falando nesses últimos meses”, disse Naiara. “É triste ver os números crescentes de vítimas, mas, ao mesmo tempo, é bom saber que campanhas desse tipo estão encorajando as mulheres a não ficarem caladas diante de qualquer tipo de abuso, seja ele físico ou psicológico”, afirmou.

Dados alarmantes

A violência contra a mulher tem números assustadores. No Brasil, mais de 12 mulheres foram assassinadas todos os dias em 2017, mostrou o Atlas da Violência. De janeiro a julho deste ano, foram contabilizados mais de 79 000 relatos de violência no Ligue 180. Destes, mais de 63 mil foram classificados como violência doméstica. Segundo o Instituto Maria da Penha, as mulheres que são vítimas da violência doméstica e familiar estão submetidas a um ciclo que se repete.

Divulgado no domingo, 25, um relatório das Nações Unidas revelou que, diariamente, 137 mulheres são vítimas de feminicídio ao redor do mundo. Os crimes são cometidos pelos seus companheiros, ex-maridos ou familiares, quase sempre homens, o que equivale a seis crimes por hora. 

Assista ao clipe:

+ Adolescente de 16 anos é morta pelo ex por não querer reatar namoro

+ Ministro diz que“políticos poderosos” estão por trás de morte de Marielle

Siga CLAUDIA no Instagram