Mulher é morta a socos e golpes de garrafa pelo ex no Rio de Janeiro

Em um dos primeiros casos sob suspeita de feminicídio deste ano no Rio, bebê da vítima foi encontrada próxima ao seu corpo

Tamires Blanco, 40 anos, morreu na sexta-feira (4) na região de Morro de Urubu, Zona Norte do Rio de Janeiro. A Polícia Civil investiga acusações dos familiares de Tamires de que ela teria sido agredida pelo ex-companheiro a socos e garrafadas no meio da rua, próximos do bar onde trabalhavam.

O casal tinha uma filha de 11 meses, encontrada sob o corpo da mãe após o crime. A Delegacia de Homicídios do Rio de Janeiro investiga o caso.

No ano passado, Tamires havia registrado queixa contra o suspeito, alegando agressões físicas e verbais, bem como invasão de sua casa. Ele não aceitava a separação. Temendo correr risco de vida, ela pedia medida protetiva contra o companheiro. 

Nos primeiros dias do ano, este não é o primeiro caso de feminicídio a ser investigado no Rio de Janeiro. No mesmo dia, Marcelle Rodrigues da Silva, 27 anos, foi morta a facadas dentro da própria casa por seu companheiro, em Cordovil, também na Zona Norte da cidade. O crime aconteceu na frente do filho de 7 anos dela. 

*Com informações da TV Globo.