“Muitos podem ver um macaco. Eu vejo o melhor amigo do Aladdin’, diz pai de menino com fantasia polêmica

Em post, pai se defendeu de acusações de racismo e pediu desculpa a quem se sentiu ofendido com fantasia

A fantasia de uma família no Carnaval de rua de Belo Horizonte causou furor nas redes sociais neste feriado. Isto porque o pai se vestiu de Aladdin e a mãe de princesa Jasmine. O filho foi fantasiado como o macaco Abu. A imagem da fantasia em família teria passado despercebida não fosse um detalhe: o menino é negro.

A escolha da família desagradou muitos internautas, que logo viralizaram a imagem, acusando os responsáveis pela criança de racismo.

Em seu perfil no Facebook, Fernando Bustamante esclareceu a polêmica e rebateu os comentários de racismo, dizendo que a família sequer havia cogitado essa possibilidade de interpretação.

“Meu filho Mateus vai me ensinar muito como nos blindarmos do preconceito na cabeça das pessoas. Sou artista de teatro e sempre acreditei na diversidade, na igualdade entre as pessoas. Luto por isso e aplico isso na minha vida pessoal e profissional”, escreveu.

Ele revelou ainda que Mateus é o primeiro filho do casal e que eles já entraram novamente na fila de adoção.

Fernando também pediu desculpas aos que se sentiram ofendidos e completou dizendo que a ideia era representar a amizade entre os personagens.  “Muitos podem ver um macaco na fantasia de ontem. Eu vejo o melhor amigo do Aladdin, que vai conhecer o Mundo Ideal com ele e a Jasmine. Sem preconceitos e com muito, mas muito amor. Viva a diversidade! Em busca de um mundo ideal”, escreveu.

Amigos de facebook… jamais imaginava tamanha repercussão diante das fantasias escolhidas para o Carnaval ontem. Peço…

Publicado por Fernando Bustamante em Segunda, 8 de fevereiro de 2016