Meninos e meninas querem ver mais heroínas nos filmes

84% das jovens responderam que isso colabora para que se sintam mais fortes e corajosas

Foi pensando na influência da cultura pop que a BBC e o Women’s Media Center realizaram um novo estudo. A intenção era verificar como a inclusão de personagens femininas tem impactado crianças e adolescentes de 10 a 19 anos.

Com foco nos filmes de alcance comercial, principalmente os de super-heróis, a pesquisa mostrou que 85% das meninas e 69% dos meninos gostariam de ver mais super-heroínas nos longas. Uma vontade de 80% dos pais.

As meninas que responderam ao estudo também contaram que suas heroínas preferidas as faziam sentir mais “fortes” (84%), “corajosas” (81%), “confiantes” (80%), “inspiradas” (77%), “positivas” (75%) e “motivadas” (74%).

Leia mais: Cristiano Ronaldo é acusado de estupro por norte-americana

Ainda mais, 58% das garotas entrevistadas disseram que assistir mulheres poderosas nos filmes as faziam crer que “poderiam fazer qualquer coisa que quisessem”.

O estudo também observou a opinião de ambos os sexos em relação ao machismo. Boa parcela dos meninos (28%) e das meninas (34%) concorda que as mulheres têm menos oportunidades no mundo por causa do machismo.

Leia também: Mais cor, por favor! 3 mulheres que mudaram o cabelo radicalmente

Julie Burton, coordenador do Women’s Media Center, comentou os resultados. “Isso foi surpreendente para mim. É importante ver que meninas e meninos de várias idades reconhecem que existe um desequilíbrio de oportunidades entre homens e mulheres. Isso é deprimente, mas também esperançoso”

Para Sarah Barnett, presidente da BBC America, “o papel do super-herói é mostrar para as pessoas quem pode ocupar uma posição de poder. Se não há representação de mulheres como super-heroínas, os meninos não verão mulheres como capazes desse tipo de poder”.

Veja mais: A gafe de Melanie Trump ao visitar o Quênia

Já votou no Prêmio CLAUDIA? Escolha mulheres que se destacaram