CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Marido de Caroline Bittencourt vai ser indiciado por homicídio culposo

Modelo morreu após ter sido arremessada no mar durante passeio de barco

Por Da Redação Atualizado em 6 Maio 2019, 20h37 - Publicado em 6 Maio 2019, 20h35

O marido de Caroline Bittencourt, o empresário Jorge Sestini, vai ser indiciado por homicídio culposo (quando não há a intenção de matar) pela morte da modelo. Para o delegado Vanderlei Pagliarini, responsável pelo inquérito, Jorge assumiu o risco ao decidir navegar com mau tempo no litoral norte de São Paulo.  Caroline caiu do barco em que estava devido a um vendaval que atingiu a região quando o casal fazia a travessia Ilhabela – São Sebastião no dia 28 de abril. Seu corpo foi encontrado apenas no dia seguinte, perto da praia de Cigarras.

Para o delegado, segundo o G1, houve “negligência” porque Jorge foi alertado sobre as condições do tempo. A decisão do delegado foi tomada depois de ouvir o proprietário da marina de onde a embarcação que levava o casal saiu. “Lenildo de Oliveira disse à polícia que orientou na sexta-feira (26) que Jorge ficasse atento às mudanças climáticas, porque estava previsto um vento a noroeste entre sábado e domingo. Essa conversa ocorreu antes de o casal partir da marina, em São Sebastião, para passar o fim de semana em Ilhabela. O dono da marina contou ainda que, já no domingo, dia do acidente, recebeu alertas de mudança nas condições de tempo e encaminhou aos clientes da marina, entre eles Sestini. Às 15h44 ele recebeu uma mensagem de áudio pelo WhatsApp, último contato com o marido da modelo, que agradeceu o aviso e disse que já estava no canal entre São Sebastião e Ilhabela. O empresário afirmou que tinha retorno previsto para às 17h30. O vendaval atingiu Ilhabela por volta de 17h”, de acordo com o G1. A pena em caso de condenação é de um a três anos de detenção.

A família de Jorge Sestini ainda não se pronunciou sobre o pedido de indiciamento. No domingo (5), a Isabelle Bittencourt, filha de Caroline, postou em seu Instagram um comunicado da família em que esclarece o que aconteceu no dia do acidente. “Eles foram surpreendidos por ventos muito fortes (rajadas que passavam de 125km/h segundo registros oficiais), esses ventos arremessaram a Caroline e seus dois cachorros ao mar, que estava super revolto e com visibilidade muito ruim, seu marido saltou imediatamente ao mar para resgatá-la! Ambos ficaram à deriva e, mesmo com todos os esforços possíveis e em conjunto, Caroline infelizmente não aguentou mais manter-se nadando e se afogou –lamentamos. Jorge, após nadar cerca de 3 horas, foi resgatado, já tarde da noite, por um barco que passava no local.”
Continua após a publicidade

Publicidade