Jovem morre asfixiada após atender a pedido sexual de homem

Ela estava trabalhando em um site pornográfico para conseguir juntar dinheiro

Hope Barden, de 21 anos, morreu por asfixia depois de atender a pedido sexual de um homem através de um site adulto. A jovem tinha começado a trabalhar na indústria pornográfica depois de se formar para conseguir juntar dinheiro. Ela era paga para realizar pedidos sexuais em frente à webcam. O caso aconteceu em março do ano passado na Inglaterra.

Jerome Dangar, 45 anos, pagou Hope para realizar atos sexuais perigosos, que envolviam estrangulamento, tortura e asfixia, enquanto ele assistia. Ela foi encontrada morta por uma amiga com quem dividia o apartamento onde morava. Através de investigações, a polícia descobriu que ela e o homem já se conheciam há 3 meses através do site, mas ele nunca havia feito nenhum pedido extremo até o dia da morte de Hope.

O laudo mostrou que a jovem morreu asfixiada e os detetives descobriram que Jerome assistiu à morte e não chamou ajuda. Ele foi preso e se suicidou pouco mais de um mês depois da prisão.

“Não conseguimos concluir a acusação contra Jerome porque ele morreu. Esse tipo de atividade online é muito perigosa e os pedidos do homem mataram uma jovem. Isso é trágico”, disse o detetive John Quilty, responsável pelo caso.

Desde a morte da filha, a mãe de Hope têm feito campanhas sobre os perigos de trabalhar na indústria pornográfica e para conscientizar a respeito de suicídio. “Essa indústria irregular só serve para aqueles que querem perpetuar a violência contra a mulher”, disse.

Leia mais: Paulo Vilhena dá o que falar com vídeo nu em praia

+ Conheça a história da primeira deputada brasileira a ser eleita na Espanha

Vote e escolha as vencedoras do Prêmio CLAUDIA

%d blogueiros gostam disto: