Jogador de futebol italiano sequestra e mata ex-namorada

Após disparar três vezes contra a ex-companheira, atleta suicidou-se

Um caso de femincídio chama atenção da Itália. Neste fim de semana, o jogador de futebol italiano Federico Zini, 25 anos, sequestrou e assassinou a ex-namorada Elisa Amato, 30 anos. Após o assassinato da ex-companheira, o atleta cometeu suicídio.

O caso aconteceu em Prato, na província de Pisa. Os corpos de Federico e Elisa foram encontrados, na manhã do último sábado (26), dentro de um carro estacionado diante do campo esportivo na periferia de San Miniato.

Elisa morreu em decorrência de três tiros disparados contra ela. A pistola usada para o crime estava registrada no nome de Federico, que conseguiu comprar o artefato após obter permissão de posse de arma de fogo.

O casal estava separado há pouco mais de um ano, mas Federico insistia em reatar o namoro. O então jogador do Tuttocuoio, time que disputa a série C do Campeonato Italiano, costumava perseguir Elisa. Entretanto, não há registros ou denúncias por parte de jovem sobre brigas dos dois.

Leia mais: Mãe de Eliza Samudio sobre Bruno: “Medo ainda existe”