Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Isa Penna sobre suspensão leve de Cury: “tapa na cara de toda as mulheres”

O deputado foi acusado de passar a mão no seio da colega em ato registrado em vídeo

Por Da Redação Atualizado em 5 mar 2021, 17h26 - Publicado em 5 mar 2021, 17h18

Foi aprovada a condenação do deputado Fernando Cury, com a suspensão do mandato dele por 119 dias e sem remuneração nesta sexta-feira (5). A decisão foi tomada pelo Conselho de Ética da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) após a parlamentar Isa Penna acusar Cury por importunação sexual.

Isa repudiou em nota a decisão da Alesp, considerando que o resultado da sessão “foi um tapa na cara de toda as mulheres, mas vai ter volta, no plenário agora ninguém vai me calar”, disse segundo o G1. Em suas redes sociais, a parlamentar dividiu o resultado dos votos com os nomes e as fotos de cada membro do Conselho. “Um absurdo sem tamanho é extremamente vergonhoso! O que era pra ser exemplo de punição, virou vexame histórico”, escreveu.

A necessidade de condenação foi unanime entre os integrantes, porém a divergência se deu no tipo de punição. Wellington Moura (Republicanos), Adalberto Freitas (PSL), Delegado Olim (PP), Alex de Madureira (PSD) e Estevam Galvão (DEM) foram na contramão da proposta mais concisa do relator do caso, o deputado Emídio de Souza, de seis meses de afastamento. Por isso, como maioria, venceu a proposta de quatro meses.

Após suas falas e resultado divulgado, os cinco deputados saíram da sessão virtual, impossibilitando um diálogo com os demais integrantes. “Lamentável a retirada dos deputados, em uma postura de total desrespeito a mim, como deputada e como mulher. Vou rever meu posicionamento na Comissão de Ética porque não admito o desrespeito a que acabamos de assistir. Eu ouvi todos até o fim durante meses e, no momento em que tínhamos a oportunidade de responder à sociedade que está lá fora como se deve comportar uma comissão de ética, faltaram com respeito”, comentou Maria Lúcia Amary (PSDB), presidente do comitê.

View this post on Instagram

Continua após a publicidade

A post shared by Deputada Isa Penna (@isapenna)

Para que a decisão do Conselho de Ética seja efetivamente aceita, a maioria dos deputados deve ratificar a condenação de Fernando Cury em votação aberta na Assembleia Legislativa.

A votação pode ocorrer até 15 de março, quando será eleito um novo presidente da Casa e também uma nova composição das comissões.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade