Iranianas vestem-se como homens para acompanhar jogo de futebol

Desde 1979, mulheres do Irã não podem assistir partidas de modalidades esportivas in loco

Torcedoras iranianas vestiram-se como homens para entrar no estádio de futebol na última sexta-feira (27). Desde a Revolução Iraniana, em 1979, mulheres não podem acompanhar jogos de qualquer modalidade esportiva loco. Mas o grupo conseguiu burlar a ordem para acompanhar a vitória do Persépolis por 3 a 0 em cima do Sepidrood.

Esta não é a primeira vez que iranianas tentam adentrar ao espaço esportivo. No começo de março deste ano, um episódio semelhante chamou a atenção do país quando 35 mulheres tentaram entrar em um estádio para acompanhar um jogo de futebol.

O grupo foi impedido de prosseguir com o plano pelos seguranças locais. De acordo como o site Dibradoras, as mulheres não foram presas, mas foram “detidas até que pudessem ser encaminhadas para um local apropriado.”

Para não terem seu plano frustrado tal qual o grupo de março, as mulheres de Teerã optaram por se vestirem o mais parecido possível com um homem. Assim, investiram em itens como barbas por fazer e perucas desajeitadas.

Nas redes sociais, as iranianas comemoraram o sucesso da ousadia e receberam apoio de torcedores.“Espero que um dia elas consigam curtir uma partida no estádio com suas próprias identidades”, disse um deles.

Leia mais: 70% das meninas acreditam que o esporte não é lugar para elas